Crie Não Copiei

Crie Não Copiei

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Um caso Virtual que virou Real !


Do virtual ao Real
Encontrei-me com o Marcos no shopping.
Era a nossa primeira vez...
Ao vivo que conversamos pessoalmente.
Já fazia dois meses que tínhamos contatos via internet. (MSN)
Já o conhecia de fotos e pelo Webcam. Hum ele era tudo que eu gostava em um homem,um sorriso lindo seus olhos cintilavam de alegria.
Se eu estava caidinha por ele antes de vê-lo.
Agora pronto apaixonei-me de verdade.
Marcos era um gato mesmo.
E como era diversificado nas conversas, não um chato que parte logo pra falar de sexo, isto cativa a mulher e muito, a sensualidade exalava de seu corpo atlético.
Conversamos bastante e vamos sair de noite para dançar.
Hum a sexta feira será perfeita, isto eu tenho certeza.
Ia esquecendo ele é poeta acho que vamos poetar lindos contos de amor.
Pronto achei minha tampa.
Com toda certeza estou arriada os quatro pneus. E ainda o estepe,rsrsr
Já são 20.00 h vejo um carro parar a minha porta.
Sim era ele o Marcos.
Fomos a uma pizzaria tomamos duas cervejas e comemos um petisco.
Já era umas 22.30 Quando Marcos segurando minhas mãos entre as suas olha-me nos olhos e diz.
Marcela minha querida você gostaria de irmos a um motel?
Já temos certa intimidade precisamos selar nossa relação.
Eu quero! Você me quer?
Fiquei desarmada sobre aquele olhar franco e direto de menino carente.
Pensei um minuto e anui com a cabeça.
Bem Marcos se você me quer o tanto que eu te quero teremos bons momentos de amor e paixão.
Assim fomos.
Não irei negar que estava apreensivo afinal sair com uma pessoa que se conhece virtualmente é por demais perigosos.
Mas pelas informações obtidas não era um mau caráter. Chegamos a um motel de boa qualidade.
Entramos e Marcos e eu ficamos abraçados deixando nossos olhos habituar-se ao ambiente, que estava à meia luz.
Muito legal e confortável cama redonda, espelhos, uma poltrona. E muita sensualidade que exalava de nossos corpos.
Ficamos a vontade até quando criasse coragem para tomar iniciativa.
Marcos começou acariciando meu seio tirou-me a blusa e desceu seus lábios mornos, sugando-os mamando.
Sentia minhas pernas tremulas.
Estava ficando cada vez mais excitada.
Tirei sua camisa que me revelou um tronco forte com pelos ralos em seu tórax.
Adoro isto.
Acariciávamos sem pressa descobrindo nossos desejos.
Com um leve toque no ombro Marcos e eu fomos para a cama.
Os lençóis de seda davam um toque a mais no ambiente.
Deitados Marcos conduziu-me a fazer umas caricias em seu cacete que fazia uma curva de tão excitado que estava.
Não era muito grande, mas era de uma espessura fenomenal.
Ele me puxa pra mais perto e empurra de leve minha cabeça para seu cacete.
Começo lamber a cabecinha de leve, vou alisando , lambendo como um sorvete derretendo, vou descendo pra base, dou uma sugada, seguro firme na base e abocanho aquele cacete... Vou sugando com força, vou sugando com vontade, chupando realmente com força, o fazendoele sentir minha boca quente.
Cada vez mais ele fica mais a vontade, gulosa mesmo.
Delirava de prazer
Meu lábio sedento apossou-se de seu membro, e de joelhos na cama e sugando aquele membro duro.
Vou sugando gostoso fazendo desaparecer na minha boca, ouvindo seu gemido tímido. Marcos delirava de prazer.
Falando palavras que me incentivavam a engolir mais cada vez mais com gosto seu cacete.
Ele muda de posição e...
Ele me deita na cama.
Passa a ficar de frente pra mim e entre minhas pernas, segurando nas minhas ancas
Vai chupando gostoso, fazendo pressão, sua barba acariciava minhas coxas dando maior prazer.
Vai afundando sua boca entre os meus lábios, suga meu clitóris, brinca com os meus lábios.
Circundando e adentrando minha gruta que tinhas espasmos de prazer.
Sua língua entra e sai em minha gruta.
Fico extasiada explodo em um gozo.
Marcos me suga mais ainda e os prazeres de meu sexo tornam-se cada vez mais fortes.
Fiquei em transe alguns minutos.
Inclinei Marcos sobre a cama e comecei a cavalgar seu mastro.
Seu membro absorvia minha gruta que latejava a sentir toda a espessura deliciosa de seu cacete.
Cavalgava me deliciando com a visão do rosto do Marcos que com estocadas de seus quadris metia fundo e gostoso todo seu membro.
.Via em seu olhar que seu gozo estava próximo,
Em poucos minutos senti seu membro soltar espasmos de seu esperma que parecia um jorro delicioso em minhas entranhas.
Ficamos quietos sentindo as sensações de nossos corpos e Marcos não me deixou sair de seu cacete.
Dizendo fica amoré o deixaele descansar na sua gruta logo se reanima.
Mas o gozo foi intenso que eu sentir seu cacete sair em poucos minutos, deslizando de sua alcova.
Marcos tirou a camisinha e fomos tomar um banho, abraçando-me por trás diz.
-Vamos minha gostosa que nossa noite vai ser de muita farra.
-Quero você de todas as posições.
-Marcela você me é muito da gostosa e safadinha minha pimentinha baiana.
-Bem nem preciso dizer que e noite foi uma verdadeira farra não é?
Foi uma das melhores noites de minha vida.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não Confundam o autor com sua obra"

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Eu e o Boy da Empresa.


Traindo com o boy da firma
Vou relatar minha última façanha quase me dei mal.
Mas com um jeitinho consegui dá uma escapadinha com um funcionário de meu marido.
No transcorrer do churrasco notava o olhar de Paulo sobre mim.
Paulo é boy da firma o faz tudo de meu marido.
Mas preocupada em servir aos poucos convidados não dei muita importância.
Mas bem tarde meu marido já tinha excedido na bebida, acabado o churrasco o Paulo ficou me ajudando a colocar as mesas e cadeiras no lugar.
De repente meu marido desabou literalmente.
Fiquei indignada, mas nada poderia fazer a não ser colocá-lo na cama.
Sabia que só no outro dia iria acordar.
O Paulo me ajudou neste serviço.
Marcos já deitado, só de cuecas roncava solto.
Depois de muito agradecer a Paulo o convidei a tomar uma cerveja, já que durante o churrasco não tivemos esta oportunidade de conversar.
Ele aceitou e ainda brincou que só uma, pois teria que ir pra casa.
Enquanto sorvia da cerveja e comia uns petiscos olhava para Paulo e imaginava o seu desempenho como homem. (Eu penso mesmo quando olho para um homem bonito)
Era jovem forte bem musculoso, mas não malhado.
Fiquei em devaneios pensando tudo o que ele pudesse fazer comigo na cama.
Ufa fiquei excitada seria ótimo tê-lo como companhia já que meu marido ta bêbado.
E anda mais com putas do que comigo.
Safado que é.
Como um instinto Paulo aproximou-se e começou a me beijar e acariciar, mesmo sem corresponder eu conseguia sentir bem os seus abraços, as mãos dele me apertando.
Mas é muito difícil uma mulher carente resistir a isto e eu não serei exceção.
Logo estava sendo possuída não havia palavras só o sentimento de posse e eu correspondía a seus desejos.
E meus também queria tudo tanto quanto ele.
Uma delicia sua força e desejo.
Ufa e que cacete.
O pau dele me rasgando com aquelas estocadas fortes.
Nossa, era uma delícia.
Mas no olhar dele, tinha uma mensagem de safado sabia que eu desejava sexo mesmo.
Era um jeito “sem vergonha” de me olhar, de falar comigo,
Agora ele me olhava, desnudava meus anseios e pudores eram jogados por terras.
Era eu uma mulher carente de sexo mesmo.
Sem falso pudor.
Meu marido estava roncando e jamais saberia de toda aquela situação.
Entre uma metida e outro Paulo dizia que sabia que eu queria isto há muito tempo e ele também, só procurava a oportunidade
Minha patroinha safada e gostosa
Assim que ele me colocou de quatro e começou a lamber minha genitália toda, sentia ondas de arrepios pelo corpo.
Sua satisfação quando gozei em sua boca foi sublime.
Sabia que queria me enrabar e pra ser sincera era o que eu também queria.
Sentia um arrepio percorrendo meu corpo, dizendo algo como “pára com isso!”, Não me torture
-Venha Paulo me coma.
Possua-me safado
Ele disse que estava com muita excitação por mim e queria muito poder ficar comigo há tempos e sempre que eu ia à firma ele batia punheta pensando em mim.
Sonhava de ficar a sós comigo pra mostrar toda a sua tara.
Enquanto falava, corria sua mão levemente pela parte de dentro das minhas coxas dedilhava meu clitóris que úmido de gozo
Correspondia com espasmos leves de prazer.
Queria dar pra ele há muito tempo.
Queria sentir ele me comendo inteira, me chupando, me pegando bem firme na cintura enquanto socava aquele cacete gostoso dentro de mim como uma tora enorme e grossa.
Sozinhos na casa queria sim aproveitar daquele desejo gostoso do meu funcionário.
Excitadíssimo Paulo me possuía sem resguardo, percorremos os cômodos da casa tal qual um casal tarados sem se importar que o Marcos acordasse.
Ele não parava de meter e gemer gostoso, meus peitos ele mamava e bolinava-os, e não agüentando mais pedir a ele fazer tudo o que eu quiser comigo
”Ele respondeu na hora, muito safado... “Claro patroa... "O que a senhora mandar eu faço "
O Paulo parecia um animal, me agarrava me beijava na boca, me chupava as orelhas, o pescoço, enquanto corria as mãos pela minha cintura e minha bunda.
Com aquela mão habilidosa, caiu de boca nos meus peitos, deixando meus bicos duros e intumescidos.
Mas ele não parava... Parecia mesmo um animal... Eu estava com muita excitação também e eu podia sentir na respiração dele, e no volume daquele mastro gostoso por entre as minhas coxas.
Foi aí que ele me deitou de bruços no sofá, colocou uma almofada por baixo pra deixar minha bunda empinada, e começou a me chupar todinha por trás
O safado rasgou minha 2ª calcinha, enquanto metia aquela língua deliciosa na minha Xoxota e no meu rabinho.
Eu gemia demais, me soltei mesmo... “Isso Paulo... chupa gostoso, vai... continua vai... aaaiiii, que língua gostosa Paulo...” Até que meu tesão ficou tão grande que explodi num orgasmo m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o.
Acho que nunca tinha sentido um tesão daquele.
Era um sonho, aquele homem gostoso, a situação inusitada, a língua e a chupada por trás que me deixavam completamente louca... Foi alucinante mesmo. Gozei como uma vadia gemendo e urrando de prazer.
Enquanto eu recuperava meu fôlego, e ia curtindo cada momento daquela foda gostosa
Eu continuei ali deitada de bruços mais um pouco depois de gozar, e entre as carícias do Paulo fui ficando excitada de novo, e quando menos o percebi estava apontando o cacete dele na entrada do meu rabinho
Novamente apoderou-se de mim.
Nossa que fogo!
Como um encaixe perfeito.
Empinei a bunda gostoso pra receber aquele cacetão todo em mim, até sentir as bolas dele roçando de leve no meu clitóris
Começou a socar aquela tora em mim bem forte... Tirava tudo e socava... Sentia-o ele entrando inteiro em mim, que delícia.
“Ah... deliciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa”
Ele estocava forte e logo eu gozei novamente, dessa vez ele também gozou.
Ele me deixou completamente exausta jogada naquele sofá
Fomos para o chuveiro, tirar todo aquele cheiro gostoso de suor e sexo e recomeçamos de novo.
Naquela noite foi minha maior maratona sexual.
Tive orgasmos infindáveis de prazer.
Transamos mais umas quatro ou cinco vezes naquela noite.
Completamente exaustos, dormimos agarradinhos como enamorados e bem de madrugada Paulo saiu às escondidas da minha casa.
Antes que Marcos se curasse da bebedeira.
Bem vou recomendar que Marcos de um aumento de salário a Paulo, pois ele deixou a bagunça do churrasco tudo nos devidos lugares sem contar do meu sorriso largo na face.
E saciada de sexo delicioso.
Ufa que homem nunca tinha tido tantos orgasmos assim.
È a força da juventude. E que força ...Ein!
Bem Marcos que me desculpe, mas acho que sempre Paulo vai faltar algumas tarde ao trabalho.
Mas será essencial deixar a patroinha feliz e cheia de amor.


Docecomomel(hgata)
Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não Confundam o autor com sua obra"
http://recantodasletras.uol.com.br/contoseroticos/2644267

domingo, 28 de novembro de 2010

Orgasmo no ônibus II



Parece que o que é proibido dá mais prazer.
Sempre fui receosa, mas tem ocasiões que a vontade fala mais alto.
Eu viajei de Salvador a Aracaju em um feriado prolongado, e fui de ônibus.
Ao meu lado sentou um coroa de uns 55 anos.
Como estava muito calor fui viajar de saia jeans e uma blusa de alça.
O verão e muito quente e abafado.
O ônibus saiu eram exatamente 23.40.
Sabem que a maioria das pessoas logo inicia da viagem caem em suas poltronas e dormem.
Eu ia ouvindo umas músicas em meu MP4.
E recostada na poltrona observava a inquietação do passageiro ao lado.
Depois de vários km rodados o vi ir ao banheiro.
Em seu retorno notei que sua fisionomia estava afogueada.
Mas.
A viagem transcorria normalmente até que o “Cara” esticou sua mão em minha direção e começou a tatear-me em direção a minha xoxota.
A meia luz olhei e vi o sinal que fazia de silencio. Com um dedo nos lábios.
Bem estuprar ele não poderia no ônibus, mas acariciar poderia sim e entrei na dele. Dei asas ao meu lado de safada.
Deixei com suas mãos grandes acariciar minha xoxota e abri discretamente as pernas.
O cara como doido dedilhava, massageava, eu discretamente abria-me.
Sentia minha xoxota molhadinha.
Uma delicia como a viagem iria durar umas 3 horas ainda me deliciei com a sacanagem, olhava por sobre a calça e via seu cacete estourando de excitado.
A siririca ia solta me controlavam os gemidos bem baixinhos, estava adorando a sacanagem.
Em um dado momento pedi licença e fui ao banheiro. Creio que o cara ficou frustrado.
Mas logo retornei.
Acho que pensou que iria mudar de lugar, mas que nada fui tirar minha calcinha.
Quando o retornei deu suspiro de alivio e recomeçou com a sacanagem e delirou a ver que eu estava sem calcinha, metia seus dedos que saiam encharcados e lambia-os um a um.
O delírio tomava conta de nós dois.
Já não conseguindo segurar gozei entre seus dedos.
Sua mão em concha parecia que ia aparar meu néctar.
Precisei me controlar, com a respiração ofegante fechei as pernas com suas mãos entre elas e gozei demais. Com sinceridade suas mãos entre minhas pernas dava a sensação de um cacete tamanha era a vontade que eu estava.
O cara ficou alucinado de excitação.
O orgasmo foi tão intenso que fiquei achando que os outros iriam ouvir minha respiração ofegante.
Depois do prazer sentido me senti no direito de aliviar seus desejos, afinal ele estava super excitado. Eu com cuidado pedi que virasse de lado,assim feito ele abrindo sua braguilha colocou aquele cacete lambuzado, cheio de tesão pra fora.
Mas como gozar se iriam melar tudo?
Ele creio que já devido a experiência encapou a danada e de lado discretamente ofereceu a mim seu membro.
Comecei acariciar a cabeça latejante e no vai e vem sentia sua forma e tamanho bem avantajado.
Acariciava com as mãos em concha ele discretamente arremetia de encontro,como se tivesse metendo mesmo,Delicia de sacanagem no escurinho do onibus o coroa mexia com descrição e com um grunhido gozou.
Achei que ia ter uma convulsão seu corpo estremeceu, depois ficou com a respiração ofegante.
E calou-se esperando um tempo colocou seu cacete dentro das calças e foi ao banheiro ,tirar a camisinha que estava cheia de seu esperma.
Ao voltar sentou no meu lado e com um sorriso disse-me obrigado gata esta foi uma das melhores gozadas de minha vida.
Adorei.
Entre sussurros disse eu também adorei meu caro.Apenas trocamos prazeres.
O ônibus seguiu seu percurso logo chegou o destino do coroa que ao se despedir disse.
Deus a abençoe minha linda e gostosa gata.
Bem que mais posso fazer a não ser rir da safadeza que fiz?
Mas que foi gostoso isto foi o escondido e proibido dá um sabor especial.



Docecomomel(hgata)
Docecomomel(hgata)
Imagens do google
"Não confundam o autor com sua Obra"
http://recantodasletras.uol.com.br/contoseroticos/2642489

sábado, 27 de novembro de 2010

Eu Traí pela Força da Carência.


Eu vou relatar um fato verídico
Aconteceu faz uns três anos.
Sempre nestes cinco anos de casada me dei bem com meu marido.
Dentro e fora da cama.
Mas andei avaliando nosso casamento. Cheguei a conclusão que está no fim.Pois o estou sentindo ausente nas obrigações de marido.
Ufa sexo só duas vezes na semana eu anseio e preciso de muito mais que isso para me sentir completa realizada e feliz.
Isto é mau sinal.
Eu tinha duas amigas de trabalho que colecionavam namoricos e casos sexuais.
E nas horas de folga elogios a seus casos era que mais se ouvia.
Em uma destas conversas ouvi a Elza dizer que nosso colega mineiro, parecia desmarcado tinha um cacete de jegue, me perguntou se nunca tinha notado.
Bem claro que qualquer mulher nota um exemplar de um cacete de 23 cm.
Mas falavam tanto deste mineiro que a excitação estava tomando conta de meu corpo.
Também seca pior que do Nordeste.
Um dia o acaso me uniu a este nobre colega de trabalho.
Eu ia saindo do trabalho e começou a chover. O Paulo (mineiro) Ia saindo no mesmo horário, e por gentileza me ofereceu carona, dizendo que era caminho até a sua casa.
Fiquei na dúvida, mas aceitei depois de olhar pra o céu ver nuvens carregadas saberia que o temporal iria demorar.
Assim fomos Paulo muito educado disse-me que estava separado, mas que logo iria colocar outra e rindo disse que andorinha só não faz verão.
Às vezes na ingenuidade perguntamos algo sem se dá conta, que a resposta poderia ser algo pessoal.
-Porque se separou Paulo.
-Ele demorou pouco para responder, mas logo foi franco e direto.
-Bem Marcela o motivo da minha separação é que minha ex-mulher se queixava que sou insaciável, e sem contar o tamanho de meu órgão.
-Ela em parte tinha suas razoes, eu quero todos os dias e completo de tudo, e meu pênis e um pouco avantajado.
-Argh. engoli em seco.
-Bem tem pessoas que reclamam de excessos outros de falta, anui com sinceridade.
-Ele olhou para mim com um sorriso nos lábios.
-Não vou negar que este papo me deixou excitada.
-Uns reclamam de barriga cheia outros com fome.
-Assim fui pra casa sem deixar de ficar pensando no Paulo e seu cacete descomunal.
Desci do carro agradecendo a gentileza.
Poxa sabe que sonhei sendo possuída pelo Paulo e seu falo imenso e grosso.
Acordei com um calor.
No outro dia fui trabalhar toda afoita e as minhas colegas já chegaram me indagando se Paulo havia me cantado
Poxa meninas foi só uma carona.
-Mas bem que se ele me canta creio que cairia na hora daria a ele sim.
-Ufa. tem coisas que nem se pode pensar imagine falar no local de trabalho.
Creio que o que disse chegou aos ouvidos do Paulo, que começou dá umas ligações pelo fone interno.
Como vai Marcela?
-Tudo bem?
-Olha quando quiser carona não se incomode de pedir é caminho mesmo.
E assim foi uma semana de telefones olhares, um café intervalo coincidir.
Eu já stressada de tanto pensar nele.
Culpando-me por pensar nele, como um garanhão reprodutor. rsrsr
Na ultima sexta feira eu esbarrei com ele na saída e ofereceu-me carona.
Aceitei.
Quando o carro já ia em seu percurso Paulo perguntou se não aceitava um chope. Afinal começava final de semana.
Aceitei e não me senti culpada.
Estava vendo que meu casamento estava desmoronando.
E por coincidência O marcos (marido estava viajando a trabalho só voltaria no sábado.
Creio que foi muito boa esta coincidência.
Enquanto tomávamos o chope Paulo me olhava com um intersse alem do normal para meus seios.
Mas olhava tanto que me deixou embaraçada.
-Já no segundo chope Paulo me indagou se meu marido não se importaria de demorar. -Eu apenas disse a verdade ele em viagem e estava sentindo que o casamento estava em crise. Achando-o ausente.
-Paulo disse tente resgatar o seu amor, vocês se amam de verdade.
-Bem eu também ando meio ausente e ultimamente ando tendo uns pensamentos com outro homem.
- E se ele quisesse toparia realizar estes pensamentos e sonhos.
-Poxa Marcela se fosse eu este homem adoraria realizar teus desejos e sonhos.
-Aff. Com voz tímida afirmei.
-Paulo então realize, pois só ando pensando em você desde o dia daquela chuva, ou foi bem antes nem sei ao certo.
-Comigo você anda sonhando?
-Sim. Sabe lá na empresa entre a mulherada seu codinome é Mineiro o bem dotado.
Todas nós sem exceção imaginamos o tamanho de seu pênis.
Mas já viu! Eu até hoje só sai com a Eliza.
Pois bem dizem é coisas que fantasiamos muito.
Eu mesmo imagino sendo possuída por você de todas as formas e maneiras!
E você toparia?
-Claro. Abstinência sexual mata qualquer mulher de coração.
-Jura? Você toparia sair comigo agora?
Sim adoraria.
-Então Marcela vai!
Tem certeza Marcela? Depois não há volta.
Tenho certeza sim Paulo quero ir pra cama com você sim desejo e preciso desta afirmação pessoal.
Então vamos gata.
Assim saímos meu coração batia em descompasso.
Seguimos para um motel próximo. Começamos antes mesmo de entrar no quarto, onde entramos encaixados, ele as minhas costas e minha mão dentro de sua calça...
Ou que delicia de cacete enorme parecia até um salame.
Entramos e caímos na cama como alucinados.
Seu membro enorme me alucinava grande grosso e durerrimo.
Chupei cada milímetro daquela maravilha... Servi-me dele, subjuguei aquela delícia de macho os meus prazeres.
O troco era geral.
A cada chupada que me dava, eu pedia mais, estava carente daquilo, minha xana ardia, mas eu não queria parar, ele menos ainda.
Acariciava meu corpo tremulo de excitação.
A esta altura, seu pau estava todo lambuzado, passeava entre meus lábios sua língua percorria tudo que podia inclusive meus anus,... Acariciava com seu pau em meu rosto.
Ele não parava de me chupar minha xoxota que já estava bem vermelha e encharcada.
Gozei em sua boquinha.
Urrou e pedindo mais... Sugava meu clitóris sem piedade...
Seu rosto coberto de meus fluidos, de meu mel... Aquilo era delicioso.
Lambia-me todo meu rosto... Minha bunda minha xana.
Ficamos loucos...
Bem devagar, foi encaixando seu pau em minha xoxota, me levou à loucura.
Cavalgava com doçura, acelerando um pouco mais a cada minuto, até o ponto em que nossos corpos se chocavam, fazendo um barulho carregado de excitação e safadeza...
Eu já não agüentava gemia aos urros.
Pra segurar um pouco, mudamos de posição.
Sussurrou em meu ouvido que me queria de quatro
Eu gostei da idéia... Pôs-me de quatro, feito uma doce puta... Receber seu enorme cacete de quatro.
Eu empinei a bunda e disse bem safada:
Me fode!
Meu garanhão
Seja gentil saciei minha fome, enfiou quase todo de uma vez. ahhhhhhhhhhhhhh.
Tirava tudo e enfiava mais ainda
... Eu sentia minha xoxota contrair, apertando seu pau...
Aquele vai-e-vem acabou num orgasmo mútuo impressionante,
Em que fui preenchida de uma porção de leite quente e abundante.
Que gozo alucinante...
Caímos um ao lado do outro, suados, cansados... Satisfeitos!
E eu desmaiei. Apaguei de verdade.
Mas com carinho me reanimou passando água gelada no meu rosto
Depois do susto e recompensados e cheios de prazer.
Tomamos um banho carinhoso e calmo.
E recomeçamos agora com mais calma.
Mas que beleza de cacete ein .
Como dizem onde ha fumaça há fogo os boatos eram reais e bem reais.
Foi nossa primeira vez...
Mas não foi a ultima tiveram muitas e muitas mais cada vez mais saborosa recheadas de fantasias e erotismo.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não confundam o autor com sua obra"



Meu Querer


Quero perder-me
Nos encantos do teu ser
Sentir sua pele nua
Tua saliva em meu sexo
Teus lábios suaves
A embebedar-me
De volúpia e paixão.
De meu néctar sorver
E na aurora do dia
Extenuados de prazer
Abraçados unidos
Deixar-se levar
Que o amor que sentimos
Jamais vai terminar.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não Confundam autor com sua obra"

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Meus Desejos de Amor




Na aurora do amanhecer quero começar meu dia suave como a brisa da manha.
Adormeci em teus braços na exaustão de nossa orgia.
A intensidade de nossos desejos latentes em nossos corpos.
O vai vem frenético do seu sexo em mim
Quero-te como a um anjo e querubim
Em momentos de luxuria os gemidos, sussurros e urros soam como musica suave elevando-nos ao êxtase.
Sempre na busca constante abraçados, sem palavras o breve soar da respiração ofegante que sublima a pura excitação.
O gozo, o orgasmo final e constante de nossas noites de amor e sexo
Quando finalmente estivermos saciados.
Abraçado trocamos juras de eterno amor.
E vejo-me refletido em seu olhar tudo que há de mais belo.
O meu Amor. Por você
Meus seios são teu descanso,
Sacia-te de tua sede.
Afaga-os.
O sexo livre não há promiscuidade.
O teu querer é meu também.
Apodera de meus mais recônditos cantos de meu corpo.
Faça de meu corpo tua morada.
Teu prazer.
Finalmente quando chegas a minha virilha, me contorço quero sempre mais
Seus lábios sedentos do meu mel apoderam sem pudor, me chupa, me suga.
Convulsão de meu corpo.
Estremecimentos enfim.
Desça e aproveita serei seu deleite.
Tua língua morna me sacia.
Em tua boca despejo meu mel
Saboreei é meu néctar do querer do amor e da luxuria.
É meu deus grego que me eleva as profundezas do prazer.
Vem cavalga em minhas ancas.
Sou tua... Sempre tua
Jamais fui de outro alguém
Sou teu desejo, sou seu prazer
Eu quero sentir em você
O meu Amor,
O nosso eterno e sublime amor.

Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não confundam o autor com sua obra"

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Férias,Sexo e Jovens!


Época de férias é muito bom viajar e passear. Como moro perto do litoral recebo visitas também adoro ver os parentes e amigos em uma conversa constante entre risos e momentos de alegria.
Mas no final do ano passado tive uma experiência, não muito agradável. Vou dizer que foi ótima.
Adorei.
Claudio filho de uma prima minha veio ficar uns dias na minha casa, até ai tudo bem, mas o colega dele.
Ufa me deu um trabalho.
Aquele rapaz negro e forte com sorriso e um olhar indagador me tiravam o sono.
Como estava de férias coletivas do trabalho.
Ficava dia todo em casa alternando em descansar na rede e ir à praia que era só a 200 metros de distancia.
Claudio e seu amigo adoravam pegar ondas.
O Adriano (nome da minha visita) quando vinha da praia com sua sunga delineando todo seu sexo me tirava o fôlego.
Ai Meu Deus ainda tenho que ver aquele monumento apreciar e ficar calada eu em uma seca danada desde o último termina de meu complicado caso de amor.
Assim no quarto dia que os rapazes estavam por lá Cláudio avisou que iria sair cedo, mas outro colega, se eu não me importaria de Adriano ficar os dois dias seguintes até ele resolver os pepinos na sua cidade e voltar para o final de semana;
Eu!
Importar-me?
Claro que não Claudio esteja à vontade sabe que sendo amigo seu é meu também.
Adriano muito tímido agradeceu não se preocupe Marcela que me comportarei e não farei bagunça.
* “Eu pensando comigo mesmo já esta bagunçando minha intimidade Adriano, Ah como desejei você ontem na minha cama”
Assim bem cedinho Cláudio se foi e só retornaria na sexta-feira a noite.
Quer dizer que ficarei dois dias a sós com Adriano.
Ou seja, à noite, pois durante o dia tinha minha secretária que ia pra sua casa as 17.00 h.
No decorrer do dia foi tudo normal Adriano saiu de tardezinha com sua prancha só voltando quase ao escurecer.
Estava na varanda da casa na rede lendo um livro quando o vi chegar, corpo atlético molhado, e com uma sunga branca que, diga-se de passagem, mostrava todo o contorno de seu cacete.
E pela forma e tamanho.
Era um senhor cacete.
Na hora do jantar ficamos conversando trocando informações pessoais, quando eu disse que estava só havia me separado há três meses a resposta de Adriano soou como uma cantada.
Mas creio que foi impressão.
Um jovem no auge de seus 22 anos não se interessa por mulheres de 35 anos, preferem as gatinhas inexperientes.
As ninfetas.
Bem Marcela eu só estou estudando para o vestibular assim que entrar na faculdade vai trabalhar com meu coroa (pai).
Senão a coisa fica preta.
-Que bom Adriano comércio e muito bom ensina muita coisa e pode ajudar nos seus estudos.
-Eu estou de férias, mas ralo muito dois empregos não são fáceis.
-Mas vamos vivendo.
-Afirmei.
-Ficamos ouvindo um cd muito bom de música baiana.
-Até que Adriano afirmou que iria dormir.
Ia madrugar pra surfar aproveitar a hospitalidade e as ondas boas.
Boa noite meu querido vou ficar por aqui depois que me separei ainda não me habituei de dormi sozinha, isto me dá insônia.
Dorme sozinha por que quero eu estou aqui.
Fiquei surpresa com o que Adriano falou, mas olhei e vi seriedade em seu rosto.
Ah Adriano você é jovem.
Jovem nada pra o amor e sexo não tem idade.
Dizendo isto saiu em direção a seu quarto.
Pronto agora que não irei conciliar o sono.
Sentia uma excitação no meu corpo.
Coloquei a rede na sala e fiquei lendo um livro, o tempo passando e o sono não chegava.
Ate que em um momento senti a meu lado a presença de Adriano que enrolado a cintura estava uma toalha.
Oi Adriano não dormiu?
Prá ser sincera Marcela não desde a hora que fui pro quarto só fico pensando em você e fui tomar um banho pra abafar esta excitação que toma conta de meu corpo.
E de nada adiantou como você mesma pode ver!Estou aqui doido de... Você sabe não é?
Realmente o Adriano estava com seu cacete armado, enorme e por baixo da toalha até parecia uma barraca de circo.
Mas apenas disse vá dormi menino.
Como?
Se você não sai da minha cabeça e me deixa tarado, e não sou menino!
Dizendo isto bem próximo a mim, deu-me um beijo surpresa, que fiquei sem fôlego.
Sua língua morna adentrando a minha boca.
Um contato delicioso.
Levantei-me e ficamos agarrados sentia seu membro rígido encostado a minha pélvis.
Com um leve puxão Adriano desceu as alças de meu vestido me deixando no meio da sala só de calcinha.
Ah.
O safado tirou a toalha e estava pelado.
Um verdadeiro deus grego com seu cacete duro como uma tocha acesa. (ele afro)
Sem pestanejar abaixou-se a minha frente e com o dente tirou minha calcinha, pra ser mais exata rasgou as laterais.
Começando me acariciar o umbigo com seus lábios úmidos e mornos.
Logo estávamos como doidos embolados no tapete da sala.
Eu e Adriano louquinho para amar.
O sessenta e nove foi imprescindível.
Seus lábios prendiam meu clitóris mamando-o como um bebezinho.
Seu cacete enorme e grosso quase não cabia em minha boca, mas com vontade sugava com gosto aquele picolé de morango delicioso.
Logo o meu atraso sexual foi se abrandando e o goso foi rápido.
Sentia meu corpo em ondas de estremecimento.
Adriano colocou-me em uma posição e veio por cima com minhas pernas sobre seus ombros, as estocadas firmes, me enlouqueciam iam até as profundezas de meu ser, metia forte me enlouquecendo de êxtase.
Maravilhoso movimento de vai vem resultou em um orgasmo intenso que inundou a minha xoxota.
Sentia seu esperma escorrendo pela minha vulva.
Uma delicia
Adriano carinhoso abraçava-me e beijos apaixonados me eram dados.
Com a juventude e desejo logo Adriano estaca com seu cacete duro.
As caricias infindáveis me deixavam mais excitada.
Eu de quatro recebendo aquele cacete negro, cheio de nervuras.
Um verdadeiro exemplo de potencia e virilidade.
Como estávamos sós O Adriano levou-me ao andar de cima e com um jeitinho delicado me induzi a fazermos amos na varanda na rede.
Adorei com a claridade da Lua como cúmplice de nosso amor.
Adriano deitado na rede eu escancarada em seu cacete e num leve balançar me possuía. Belo e cheio de ardor meus seios eram sugados acariciados ,aumentando o nosso prazer.Galopava em seu mastro com maior prazer,sentia-me inebriada.Meu corpo reagia acaricias de sua mão em forma de goso.Adorando esta idéia de está na rede com cuidado sentia-me encaixada em seu cacete,
A casa foi invadida pelo cheiro de nosso intenso desejo de amar.
Adriano me possuía de todas as formas e posições que mais nos apeteciam.
Eu me deixava levar pelo êxtase e prazer.
Bem a noite foi uma verdadeira maratona sexual.
Que fogo Adriano tinha um incansável.
No auge da juventude.
Logo ao amanhecer acordou cedo e foi pegar ondas, fiquei pensando se teria sido só por uma noite, mas que nada mesmo quando meu primo voltou Adriano e nós ficamos juntos. Depois de aquecer meu corpo e minha cama um dia não quis mais dormir sozinho enquanto esteve por La de férias.
Afinal ele solteiro eu também só temos que aproveitar a nossa vontade de comer aliada a fome de amar.
Foram dez dias de pura alegria e festa.
Adriano um rapaz muito simples e alegre encheu meus dias e noite de Luz e Amor.
E é claro muito sexo!


Docecomomel(hgata)
Imagem do google
“Não confundam o autor com sua obra.”

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Orgasmos Múltiplos !


Minha colega de cursinho brigou comigo e me disse que sou fresco e frouxo!
Eu disse a ela que se quisesse provar que viesse a minha casa.
A Márcia e danada topou e veio.
Foi quando me surgiu uma idéia!
Preparei o terreno e à tarde quando estava sozinho chamei-a liguei para a Márcia vir aqui pra minha casa.
Ela com certeza já sabia o que eu queria com ela.
Mais uma vez ela estava muito gostosa. Ela chegou, entrou, fechei a porta e começamos a nos beijar.
Convidei-a para uma brincadeirinha diferente afirmando que será só essa vez.
E ela topou!
Eu estava radiante afinal iria comer a xoxotinha dela que já conhecia em pensamentos das punhetas que batia em sua intenção.
Assim...
Fomos para meu quarto, nos deitamos na cama e comecei uma linda viagem com minhas mãos pelo seu corpo. Meu pau estava cada vez mais duro e ela pedia cada vez mais carinhos.
A safadinha já tinha dado pra um namorado não era mais virgem.mas era bem apertadinha,adorei.seu clitóris pequenininho que amei chupar.
Logo...
Tiramos a roupa um do outro e estávamos pelados deitados um sobre o outro.
Ela aceitou-me e estava ansiosa para fazer um sexo gostoso de uma maneira diferente dessa vez. Sem pressa em uma cama.
Para esquecer o ex- que a comeu em pé no muro.Grosso e canalha .
Depois de um sessão de carinhos beijos e abraços.
Peguei-a e comecei a derramar chocolate, aquelas caldas de sorvete.
Uma delicia
Espalhei pelo corpo delicioso dela.Eram gotas de chocolates lambidos e tragados com toda a sensualidade de um homem.
No real sentido da palavra
Comecei na boca, depois nos seios, na barriga, coxas e enfim na xoxotinha onde coloquei mais e caprichei mais nas lambidas e chupadas.
Ai como se contorcia de prazer a safadinha da Márcia. Adorando é claro
Chupava aqueles peitos como nunca, era uma coisa que eu amava fazer.
Lambi-os diversas vezes.
Acabei lambuzando ela todinha de chocolate.
Depois disso, deitei embaixo dela de forma que pudéssemos fazer um sessenta e nove (69) bem gostoso.
Foi a vez dela me dá um banho de chocolate.
Colocava a calda na ponta do meu cacete esperava escorrer e sugava toda minha jibóia
.Quase nem fechava a boca tamanha gulodice.
Fechei os olhos e viajei por aquela xoxota rosadinha, escancarada na minha cara uma coisa de doido .
Delicia que era.
Enquanto isso eu a sentia abocanhando meu pau e gemendo baixinho com minhas bolas na boca todinho docinho para seu deleite.
Minha língua a deixava tão excitada que ela não agüentou e gozou.
Mas mesmo assim não paramos, era uma delicia ter aquela xoxota molhadinha na minha boca, com um gostinho de calda de chocolate.
Gozamos simultaneamente.
Pouco tempo depois recuperados.
Com as mãos abri bem suas pernas e me ajoelhei em sua frente para iniciar a penetração.
Coloquei a camisinha e estava disposto a afundar-me naquela xoxota lisinha e rosadinha.
Estocava com ritmos compassados
Ela gemia que só me estimulava a meter mais e mais.
De tanto meter, parecíamos elétricos incansáveis a Márcia creio já tinha dado uns três orgasmos.
Dois eu saboreei entre meus lábios.
Eu estocava forte sempre até o fundo.
Eu e Márcia gemíamos sem parar de tanto tesão.
Após varias e varia estocadas fortes de vai-e-vem, ela me pede para gozar na boca dela. Adorei esse pedido.
Tirei a camisinha depressa e pedi para ela abrir a boca.
Assim que ela abriu gozei demais naquela boquinha.
Despejei até a última gota e esfreguei na cara dela
Para prazer meu, ela não cuspiu fora, mas engoliu tudo não perdeu uma gota do meu leitinho.
A gata esfomeada que estava.
Ficamos deitamos juntinhos completamente exaustos.
Passaram-se alguns minutos e já estava pronto prá recomeçar.
Era a primeira vez que eu ia transar duas vezes na mesma tarde.
Ainda melados, começamos a nos beijar intensamente novamente.
Deitei-me na cama, fechei os olhos e deixei-a a vontade. Ela começou a chupar meu cacete de leve, depois deu umas chupadas nas minhas bolas e aí então começou a chupar meu pau com gosto e precisão!
Eu gemia muito a cada chupada dela.
Eu não sabia se tinha muito esperma ainda porque já havíamos fodido antes e eu tinha já gozado bastante.
Pedi então para jorrar meu leitinho entre seus seios.
Ela deixou. Amei
Quando mordi delicadamente os peitinhos da Márcia que eram médios, com seus bicos rosados e grandes era uma delicia de chupar.
Mas acho que não tinha o que reclamar gemia muito assim a coloquei no cantinho da cama para que pudesse ficar de pé metendo, metendo, e cada gemido que a gata soltava me dava mais vontade de meter.
Eu estava cansado querendo gozar, mas queria fuder muito ela Márcia provar a ela que sou muito do macho.
Com meu pau recomposto e duro, latejando novamente, peguei minha ultima camisinha e fi-la ir ao céu. A comi de quatro ela adorou eu puxava pelos quadris bolinava seus seios,ainda ficava falando me come meu gostoso mete este cacete todo, arregaça tua Márcinha
A safadinha gemia e rebolava que me enlouquecia de tesão.
Chamei a Márcia de safada, cachorra, putinha, ninfeta..., enfim, foram mais 10 minutinhos de intensas gemidas, quando ela anunciou que gozaria.
Tirei o pau e senti o melzinho delicioso dela escorrer em minha boca.
Ufa... Orgasmos múltiplos é o sonho de todo homem ,ficamos doidos quando temos uma mulher assim na nossa frente.
Foi uma delicia esta nossa segunda transa, mas houve muitas.
Que depois eu conto.


Docecomomel(hgata)
Meu blog
Imagem do google
*Este foi um relato que uma amiga me passou só mudei os nomes é claro*
"Não confundam o autor com sua Obra"

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Meu 1º Caso Extra Conjugal !


Tudo começou quando eu comecei a trabalhar no novo emprego, cidade próxima.
Como chefe eu tinha contatos com vários setores e pessoas.
No almoxarife tinha um jovem muito gostoso, era do jeito que eu gosto pernas grossas, e muito alto. Moreno, lindo. Assim os dias iam prosseguindo.
Todo material que saia da empresa precisava que eu liberasse autorização.
Sempre a sua presença constante em minha sala isto nos aproximou.
E...
Conversávamos muito ele sabia que eu era casada, mais às vezes eu o via me olhando diferente,
Um dia ofereci carona para ele.
Sentindo dificuldade de passar a marcha, eu estava encabulada com seu olhar.
Olhando para ele percebi que estava excitado.
Seu sorriso sensual sempre me provocando.
Eu me derretia ao vê-lo e “Caracas” ficava excitada também.
Eu não sou nenhuma menininha para sentir-me assim.
Mas...
Um dia outra colega de trabalho amiga minha de tempos atrás.
Sabendo que eu era casada e dei carona pra ele, me disse. Que tomasse cuidado pois ele estava doido para sair comigo, gostei de ouvir aquilo, mas não fiz nada pois não tinha coragem.
O sair na verdade era pra trepar muito minha colega me disse que já saiu com ele que é um verdadeiro garanhão que deixa você com sorriso nos lábios por dias ao lembrar-se das peripécias que faz.
Um colecionador e apreciador de xoxotas
O tempo passou e mudei de emprego.
Fui trabalhar em um novo emprego como gerente e a empresa estavam precisando de um vendedor não pensei duas vezes e convidei-o para trabalhar conosco.
Até que um dia começamos a conversar sobre sexo no trajeto do trabalho para nossa casa era bem distante.
De repente ele começou a passar a mão no seu pau
Caramba!
Minha que estava parecendo que ia estourar a calça.
Não deu outra coisa fogo junto a palha sempre acontece isto.
Perigo constante.
Parei o carro perto da casa dele em local escuro, e começamos a nos beijar.
Logo entramos em sua casa pra nossa sorte morava sozinho
Quando ele começou a tirar minha calça e começou a me chupar foi uma loucura aquilo era demais ele chupando eu sentindo sua língua em volta de meu grelinho subindo e descendo
Uma hora chupando só o clitóris outra hora enfiava toda sua língua na minha gruta, mordia com os lábios meus lábios
O cara sabia fazer a coisa eu tava nas nuvens, pois não tinha o costume de fazer aquilo.
Trair
Mas nos chupamos mutuamente estava uma delicia até que meu celular toca.
Poxa! Meu marido preocupado por minha demora.
Já vou querido estou em um engarrafamento.
Rafael ficou possesso.
Ele parou a contra gosto, mas era preciso.
Sai em arrancada sentindo ainda o calor de seus lábios na minha xoxota
Aff marido empata Foda é fogo
Uma semana depois quando estávamos indo embora.
Ia ser feriadão ele pediu para que transássemos.
Eu topei avisando antes em casa que iria chegar mais tarde.
Queria completo ai fomos para um motel afastado da cidade chegando lá comecei a beijá-lo, como do outra vez ele foi logo tirando as nossas roupas pondo seu pau pra fora.
Eu com minha boca gulosa o chupava, passava minha língua gostosa na cabeça enfiava tudo na boca quando tava quase gozando eu parava.
Depois continuava ele pedia para gozar na minha boca eu dizia ainda não.
Ele me castigava do jeito que adorava.
Com sua língua e lábios sedentos.
Depois abrindo mais as minhas pernas, sem perder tempometia dois dedos lambendo-os ,logo ia chupando meus peitos passando a língua na minha barriquinha descia até lá.
Castigava mesmo o danado.
As pernas abertas toda exposta, minha flor aberta para ele, começou a passar o dedo no clitóris, mexendo enfiava a língua me lambendo era uma delicia, eu gemia feito um animal no cio.
Depois de ficar um bom tempo em espasmos de prazer o orgasmo intenso.
Ele coloca a cabeça do seu pau na entradinha e foi enfiando bem devagar.Sentindo todo meu orgasmo.
Seu cacete saia encharcado de meu goso
E olhando nos meus olhos ele metia até o talo.
Sentia o toque de seus culhões no vai vem de nossos movimentos sensuais e frenéticos.
Os gemidos eram iguais urros
Era o inicio de uma temporada de sexo furtivo,proibido, mas muito gostoso.
Ele metia e tirava enfiava até gozarmos sempre juntos
Depois ficávamos um tempo em silencio abraçados.
O silencio só era interrompido pelo som da água escorrendo entre nossos corpos para em breve recomeçar mais uma relaxante e aprazível sessão de sexo real um caso extra conjugal ,que estava apimentando meu casamento que estava preste a ruir
O Rafael não tinha namorada e alguns achavam que era meio efeminado.
Depois ele disse-me que é ai que engana os maridos.
Pois bem sabe ele que negocio de ficar beijo e abraço não é com ele quer mesmo e trepar.
Direto o cara não é?
Depois ele me disse que tava precisando daquela promoção de assessor de chefia e seu maior acesso eram nas horas vagas.
Meu assessor .rsrssrr
Ave mainha... Aja acessos.



Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não Confundam o autor com sua obra"

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Um Sexo Diferente? E Gostoso!



O amor que sinto que brota de meu coração. por muitas vezes me tira a razão.
Eu sempre tive a minha preferência sexual Hetero.
Mas um dia conheci uma colega de trabalho e apaixonei-me.
Não paixão de querer transar, mas a paixão de querer está junto sempre conversar trocar idéias.
Uma ajudando a outra.
E o tempo foi passando e achei que não poderia viver sem ela.
Sempre achamos que o Mundo tem uma visão única.
Meus dias tornavam-se alegres e festivos.
Sua presença indispensável.
Mas tinha um detalhe não muito grande, rsrsrsr, mas existia.
Como poderíamos ficar sem o sexo.
Ela sabia que eu a adorava, e idolatrava, mas sexo! Eu nunca havia pensado neste assunto para não conturbar as idéias, e minha personalidade.
Cada dia os laços iam estreitando-se
O tempo inexorável vilão traia-me queria sempre a presença.
Era minha Luz.
Eu fazia de tudo para agradar-lhe, o primordial para mim era vê-la feliz o restante não importava.
Sentia magoas e tristeza, mas procurava não passar isto.
Seu sorriso era alegria de minha vida.
Até que começamos a sentir falto do contato físico.
Como não somos compromissadas acabamos nos envolvendo fisicamente.
Sem querer, mas desejando.
Saímos um dia nós duas e entre conversas e brincadeiras, chegamos a um assunto que sempre povoa a mente de todos os seres: Sexo.
-Marcela me diga uma coisa você teria coragem de ter relações sexuais com uma mulher, roçar botar as bichinhas, (xoxotas) pra se esfregar rsrsrsr?
Entre risos a pergunta foi feita.
Também respondi entre sorrisos.
Bem...
Mas estava escolhendo as palavras adequadas para responder
-Poxa você agora me colocou em um beco sem saída que nem sei te responder!
-E você teria coragem?
-Eu sempre só provei de macho, mas a minha colega que converso MSN é gay e disse que é mais prazeroso com mulher por que não são exclusivistas, iguais alguns homens.
Você sabe tudo existe exceção.
Mas de verdade creio que todos têm a curiosidade de saber se tem tendência e se gosta.
È verdade!
Assim seguimos o nosso trajeto e por obrigação teríamos que passar em um bairro onde tem vários motéis.
Creio que todos que moram em Salvador sabem ali nas proximidades da paralela.
De repente a Claudia com uma conversa fulminante diz
Marcela!
Que foi?
Que tal já que somos amigas de unha e carne tirar esta duvida.
Que tal transarmos?
Mas Cláudia
Que idéia maluca!
Mas fazemos assim entramos e começamos, se sentir prazer nas caricias continuamos senão paramos.
Vixe parece que estamos doidas ou bêbadas
Não estamos nada disto somos amigas confidentes carentes em busca de carinhos, Isto não quer dizer que somos ou ficaremos lésbicas.
Deixa-me eu pensar você me aparece com cada uma!
Ah... Marcela somos jovens e poucos têm juízo rsrsr;
Está bem Claudia vamos conhecer um motel.
Ouvindo isto Claudia deu um sorriso e entrou no primeiro motel que achou a frente.
O calor infernal, ar ligado começamos a conversar, coisas amenas. Claudia segurava minhas mãos.
Com carinho.
Um afago que transmitia prazer.
Aproximamos deitadas de roupa caricias um beijo na nuca, um roçar nos lábios.
Um arrepio.
Explosão e êxtase.
Claudia tira minha blusa eu a dela começamos as caricias.
Ah “MAR’ você tem seios tão fofinhos!
Os seus também CLAÚ só são maiores beleza pra...
E caí de boca naqueles seios grande e fartos, sentia-se arrepiadas.
Pois bem me visualize morena Clara com uma mulher negra com quadris largos, seios enormes.
E um apetite.
Louquinha desbravar os prazeres desconhecidos de nosso corpo.
Assim ficamos nuas.
Sim nuas as caricias entre braços e pernas.
Beijos, abraços, Claudia me beijava com volúpia.
Não vou negar que não sentia prazer!
Sentia sim e muito.
Os desejos de ambas em conhecer o desconhecido.
Começamos fazer um sessenta e nove, no inicio tímido, mas depois sentia a língua de Claudia percorrendo minha xoxota, sentia tremores de excitação.
Eu por cima escancarada de chuta aberta na cara de Claudia que me chupava, murmurando palavras, desconexas.
Mas o hálito quente me fazia gozar e muito.
Já estava no segundo orgasmo.
Quando comecei a chupar-lhe sua Xoxota, quente com lábios grossos e firmes.
Vermelhos ao estremo e seu clitóris meio esticadinho (grandinho) delicioso de chupar.
Adorei sugar aquele grelinho durinho.
Soltei todos os preconceitos e me dediquei a dá e receber prazer.
Quando já fazia tempos de chupação, prazeres sentidos.
Carinho dados e recebidos.
Gozamos muito...
Parecia que estávamos soltando uma verdadeira cachoeira de mel.
Nossas caras encharcadas de gozo.
Delicia sentir sua língua acariciando cada cantinho do meu sexo.
Que jamais havia sido tão acariciado daquela forma.
Entregamo-nos aos prazeres ali naquele momento éramos dois seres sedentos de amor, sexo, sem cobranças,
Único intuito era o Prazer.
Já saciadas ficamos conversando abraçadas, e conversamos um bom tempo e chegamos a um termo quando quiséssemos poderíamos ter nossas horas de carinho.
Sem exigir reciprocidade, nem exclusividade.
Afinal ainda não tínhamos certeza se a preferência era esta.
Mas que foi um dos momentos que mais prazer sentir em uma cama.
Mas... Muito prazer mesmo isto jamais poderemos negar.
Ah Cláudia me confidenciou que quando era mais nova deixava uma mocinha colega dela chupar sua Xoxota.
Mas que era só chupada e que foi a 1ª vez dela também.
E que ela só tem orgasmo se for chupada!
Hum ...Explicado então.
Passou alguns dias Claudia me confidenciou que ficou balançada.
Mas...
Ah...
A Claudia está de namorado novo.
Disse-me se quiser podemos dividir ele um dia no motel!
Bem tive olhando o cabra o calibre dele é tipo GG. (grande e grosso)
Uau.... Delicia depois conto este fato se ocorrer é claro.



Docecomomel (hgata)
“Não confundam autor com sua obra”
Imagem do Google

domingo, 21 de novembro de 2010

Meu Ex-cunhado Safado e Gostoso


Tempo Passou, mas saudades ficaram
Eu era a mais nova de quatro irmãs.
Sempre na minha tenra idade nas férias escolares, viajava para o interior.
Ficava na casa de minha irmã mais velha.
Era uma farra com amigos, e primos.
Mas uma coisa me dava asco.
Muitas vezes já bem tarde da noite, meu cunhado entrava no quarto, para cobrir meus sobrinhos enteados dele.
Eu na minha inexperiência de adolescente.
Ficava com medo.
Calava-me
Este cunhado meu, na verdade era segundo marido de minha irmã. porem padrasto de meus sobrinhos.
Agora depois de anos passados eu me recordo e sinto-me com nojo do Fábio.
O safado entrava no quarto sorrateiramente e ficava me bolinando.
A minha xoxota era acariciada mesmo por cima da calcinha.
Não importa se o toque era físico ou não.
Mas o importante era do abuso recebido na minha inocência, e inexperiência de menina moça.
Assim o tempo passou e o episodio caiu em esquecimento.
Mas muitos anos depois eu já moça formada e independente encontro com o Fabio.
Logo que me viu abriu um largo sorriso.
Mas não tive esta alegria de vê-lo e como um filme relembrando seu abuso.
O safado ainda teve a ousadia de convidar-me pra um chope.
Faz uns dois anos separou-se de minha Irma para sorte dela.
Eu não aceitei o convite, ele irritou-se e começou sempre ficar na porta do meu trabalho, isto me incomodava ainda ficava gesticulando coisas que não agradavam.
Já chateada eu concordei de ir a uma pizzaria com ele ver se isto botava fim à situação.
Grande engano.
Afirmou que só vai para de me importunar quando provar de meus carinhos.
Afff. Eu tenho pavor dele seu toque mesmo de cumprimento me causa asco .
O episodio esquecido, fui continuar a minha vida.
Mas para o Fabio não.
E passados dias ele me veio com uma nova artimanha enviava uma rosa diariamente com um recado.
“Quero-te como esta rosa. perfumada e deliciosamente suave” E os dias foram passando e as rosas chegando me sentia acariciada com gesto de ternura.
Foi quando resolvi sair com Fabio e assim fomos a um Show.
A musica suave alegria no ar, bebidas e muito corpo se tocando verdadeiro êxtase.
Fábio exímio dançarino, íamos por todo salão.
Parecia que estávamos nas nuvens.
A suavidade da musica a luz, o ritmo da dança e aroma do Fábio me deixou inebriada.
Fiquei extasiada, a noite toda perfeita.
Para ser verdade.Uma noite feliz.
Quando já bem tarde e fomos para casa o Fábio começou uns papos sensuais e cheios de excitação.
Tipo que é doido por mim, desde quando era menina moça, que me acariciava, mas sua vontade mesmo era mesmo de possuir,que ficava excitado e se masturbava montes de vezes pensando em mim.
-Que se castigava por isto,mas fugia de seu controle emocional.
-Quando transava com a minha irmã, queria mesmo era Eu, mas de menor não podia.
-Mas que agora que nos encontramos queria ficar junto comigo.
-Poxa Fábio jamais imaginei desta forma seus atos.
-Mas te juro se você me quisesse seria o homem mais feliz do mundo.
-Desejo seus beijos, seus carinhos.
-E sexo se você achar que está pronta.
-Sabe que acho complemento do amor e da relação saudável e amorosa.
-Pronto o cara me desarmou com tantas palavras bonitas.
-Vou dá chance a ele e a mim também.
-Quem sabe é meu grande amor.
Marcamos novo encontro, para jantar.
Depois do recatado jantar eis o inusitado convite, ou seja, esperado.
Amoré vamos dar esticadela em um motel?
Creio que possamos nos entender.
As palavras saíram imediatas.
Vamos sim Fábio creio que nós queremos juntos isto!
Assim fomos!
O Fábio a delicadeza em pessoa escolheu uma das melhores suítes.
Abriu a porta do carro e ao entrar no quarto me carregou no colo. só me deixando na cama.
Cobria-me de beijos, carinhos afins.
Sem muito tempo estávamos no banho nos acariciando.
Conhecendo-nos, cada afago um suspiro.
E que membro enorme e grosso.
Fábio me deu uma infinidade de chupadas.
Eu delirava de prazer,com a imensidão de suas caricias.
E assim transamos muito.
Fabio levou-me ao delírio quando começou a chupar minha xoxota.,
seu bigode dava um toque gostoso ,me fazendo apreciar cada minutos de seus lábios.
Prendia meu clitóris entre seus lábios sugando-o que me levou a um orgasmo estonteante.
Me contorcia na cama.
A experiência de Fábio era traduzida em poucas palavras absorver prazer.
Afff.
Jamais tinha sentido tanto prazer,ele controlava-se para não gozar ,mas fazia de suas ações verdadeiros gosos simultâneos.
Já extenuada de gozar.
Cavalguei naquele belo exemplar de cacete e desempenho melhor ainda.
Subia e descia em seu mastro ouvindo seus gemidos me incitando a cavalgar mais.
-Vaai Marcelinha... Me fode ...minha safadinha.galopa vai...
-Assim meu amor.
-Sinta meu cacete nas profundeza de sua xoxota minha Putinha gostosa.
-AH. como esperei anos por isto.
-Vai minha gostosa.
-Eu vou gozarrrrrrrr.
-Ai o orgasmos foi simultâneo sentia seu esperma dar ondas em minha xoxota.
Ficamos abraçados.
Logo Fábio tirou a camisinha cheinnha de seu leiteinho.
E recomeçamos outra sessão de foda.
As posições mais deliciosas fizemos.
Fábio me levava à exaustão, fazia muito tempo que não sabia realmente que era tanto prazer.
No verdadeiro sentido da palavra.
Fábio agora é meu amado e se comporta como verdadeiro gentleman.
Desde a pontualidade até os recadinhos via celular, cada qual mais enamorados.
Estou muito apaixonada...E Feliz.


DocecomoMel(hgata)
Imagem do google
"Não confundam o autor com sua obra"

sábado, 20 de novembro de 2010

Você & Eu.


No calor de teu corpo

Amparo-me em suas ancas

Sentir nela o ritmo do seu quadril

Este calor que sobe entre as minhas coxas

Queima-me... Dilacerando-me de prazer!

Apaga e preenche este vazio

Meus sentimentos inócuos

Pensamentos confusos...

Me liberto... Dou-me!

Sinto seu ritmo excitante

Imploro... Peço... E grito!

Quero sentir as estocadas.

Mais vibrantes dentro do meu Ser.

Você em ritmos acelerados

Vibrando de excitação

Estocadas são sentidas.

Outras tantas mais

O vai e vem sensual

Seu rebolado gostoso...

Sinto sua pélvis lisa e rosadinha

Seus ralos pelos me excitam.

Senta... Suga-me.

Aprecia-te o pincel.

A língua fervente

Encharque meu bigode

Com sua seiva de fêmea,

Seu aroma salgadinho, como aromas de rosas.

Se segura e galopa

Dá tuas mãos e vamos.

Ao paraíso chegar

Quero teu gozo... Seus seios

Sentindo o sorriso de tua alma.

Vem deita seja minha alcova

Derrame sobre mim seu leite

Seja Meu

Seus beijos a me sugar

Sua língua sedenta a querer provar

Suar carnes macias.

Abrindo para me receber

Em prantos de choro e risos

Querendo sempre em ti.

O melhor dos prazeres o manjar dos deuses.

Explosão de prazer

Dois seres que se unem

Só eu e você.


Docecomomel(hgata)

Imagem do google

Este poema é especial dedicado a meu marido que me incentiva e cativa meus sentimentos dando-me forças e sempre presente em minha vida.

Amo-te amore de minha vida.


Eu e Meu Negão Safado


Nunca tinha transado com um negão daqueles grandões, tipo armário embutido, quando provei me apaixonei.
Até hoje me lembro do meu negão e nossas sacanagens, em locais mais inusitados fazíamos amor
Mas a nossa primeira vez foi inesquecível e vou contar agora pra vocês.
Mudei-me em janeiro de 2008 para Salvador e estava feliz por estar morando na capital, pois o meu sonho era conhecer está cidade maravilhosa.
Logo comecei a trabalhar até que...
Eu estava me apaixonando por um colega de trabalho, era um grande homem.
Ou vice versa acho que tudo nele era grande. Rsrsr
O grande dia chegou me arrumei e fui sair com Marcos meu colega de trabalho.
Um negão maravilhoso que começou a me cantar até que ficamos naquela noite.
Na outra vez que nos encontramos e ficamos como se fossemos namorados, depois de muitos amassos ele me convidou para dar uma chegada até sua casa, na hora já imaginei o que ele queria e aceitei...
Também queria estava louquinha para dá pra ele, só de pensar nele já ficava com a calcinha molhada.
Ai foi o segura daqui e pega dali começou no carro.
Quem agüenta isto?
Chegamos a casa ele mudou completamente ficou mais ousado e safado e eu adorei as suas atitudes.
Foi logo ficando de cueca.
Poxa ver aquele homenzarrão de cueca Box branca delineando todo seu potencial.
Aquele membro enorme.
AFF.
Fiquei super excitada .
Amo safadeza.
Logo!
Marcão me levou para o seu quarto, foi lá que começamos a nossa festa.
Já não queria mais saber de mais nada, apenas meter bem gostoso, com muitos beijos e abraços eu comecei a apertar a sua pistola, que estava em ponto de bala e foi quando eu o tirei pra fora e o chupei com muita vontade, chupava o seu cabeção enorme e o seu saco, e dizia a ele que amei o seu cacete e queria que ele me comesse com muita força e ele só pressionava o seu pênis gigante para dentro da minha boca. Achei que iria me sufocar pelo tamanho de seu cacete, quase nem fechava a minha boca.
Aquela tora negra,parecia uma tocha acesa.
Depois que eu o chupei ele começou a chupar a minha xoxota, que estava demais de encharcada não conseguir me segurar e gozei na boca daquele negão majestoso...
Ah como chupava o meu grelinho era nossas línguas em disputa.
Ele segurou as minhas pernas e colocando em seus ombros, assim ele começou a meter seu cacete negro e lustroso, parecia que tinha passado verniz, era um brilho só dizia muita safadeza, eu correspondia como uma puta.
Fomos para cama e sentei em cima dele, como estava no comando fiz da forma que eu gosto e o pedi para me falar mal me apertar, beliscava o bico dos meus seios e arreganhava a minha xoxota com seu cacete enorme, nossa que negão safado.
Nossa que delicia cavalgar no negão.
Marcão me colocou de quatro e puxava o meu cabelo e me comia como ninguém,
Eu gemia e gritava, e o deixava louco.
De repente ele tirou o seu pau da minha xoxotata e gozou nas minhas costas.
Nossa sentia aquele leite quente e viscoso escorrendo pelo meu corpo.
Uma delicia de sacanagem.
Mas mesmo assim pedi para ele não parar.
Continuou me masturbando com seus dedos enormes, dedilhava minha xoxota porque também sentia tesão ele queria que eu gozasse entre seus dedos.Lambuzei seus dedos com meu nectar,que ele lambeu-os de um a um.
Aff que tesão de homem te eleva ao climax.
Tanto que gemi e de pedir para ele me foder que logo estava excitado metendo com mais força seu cacete colossal.
Gozou encheu de esperma minha xoxota.
O Marcão “meu negão” adorou a nossa primeira transa.
Eu também adoro safadezas.
Claro.
Nossa este é o meu negão e estamos juntos há algum tempo.
Mas depois que você toma café sem leite, leite puro não tem mais o mesmo sabor.
Amo-te Marcão!!
Meu amor interracial.

Docecomomel(hgata)
Imagem do google
"Não confundam autor com sua obra"
A consciência de cada Um

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Dom Juan e Bom de Cama


Certa feita me deu uma idéia maluca de ter uma fantasia erótica. sempre acontece com todos fazer algo inusitado que jamais imaginou ou teve coragem de fazer
Com este desejo no meu intimo acabei deixando a libertinagem tomar posse de meu ser.
Entrei em um chat e comecei a conversar com uma pessoa, muito educado e por coincidência da vida.
Que as coisas acontecem por acaso ou não.
Morávamos na mesma cidade. Já vi coincidência.
Tantos homens na sala de bate papo eu comecei a teclar logo com um baiano arrestado.
Seu nome era Carlos, casado, filhos e cabeça boa.
Livre na forma de pensar.
Mas sabe quando o rato sai e os ratos tomam conta.
Sua esposa em viagem, como estava sozinha teve a feliz idéia de entrar no bate-papo também achar alguém distrair.
Bem eu sou solteira livre.
Que achar que devo fazer só deve satisfações a minha pessoa e procurando não sair dos parâmetros da sociedade em um todo.
Assim depois de algumas conversas entre MSN e emails.
Marcamos de sair eu e Carlos.
Fomos almoçar em um restaurante simples que tem lá próximo ao farol da barra.
Conversas amenas.
Mas eu estava com uma idéia de aproveitar e curtir a minha fantasia, nem preciso dizer que Carlos estava com vontade sim de ir pra um motel. Acabado o almoço!
Saímos a passeio pela orla e fomos a um local onde sempre se ver carros parados e. já sabem casais que começam a conversar e ficam super excitados e saem a mil direto pra os motéis.
Eu e Carlos não seriamos uma exceção naquele dia nublado e quente de outubro.
Carlos muito atencioso se desbrava em gentilezas, as conversas eram triviais até que Carlos me fez uma indagação à queima roupa.
Marcela você teria coragem de me chupar aqui dentro do carro?
Claro! Carlos por que não?
Então prove!
Dizendo isto já foi abrindo a braguilha colocando a poderosa, dura super excitada raivosa babando de tesão.
Aff...Que delicia!
Como poderia resistir a esta tentação grande e grossa.
Discretamente inclinei-me e cai de boca na danada poderosa, chupei e babei todo.
ETA que Carlos ficou como um ensandecido.
Provocou, enfiou e mão dentro da minha calcinha, sentia meu grelinho durinho... Encharcando seus dedos.
Eu suspirava, transpirava me derretia entre seus dedos, perdia as forças... Vontade de gritar bem alto.
Mete gostoso!
Carlos tirou a sua mão de dentro e. lambia e chupava seus dedos , cheirava sua mão...
Chupou seus dedos molhados com o melzinho da minha xoxota deliciaaa...
Saímos dali e fomos para um motel
Lá fizemos mil travessuras na chegada logo Carlos me sugou me tirando um orgasmo delicioso.
Já depois de gozar em sua boca
Banhados.
Eis que vejo Carlos se aproximar com seu cacete em riste, O tinha visto pelo reflexo.
No espelho.
Eu me enxugando, chegou-se por trás.
Acochou seu cacete entre minhas pernas, eu coloquei uma das pernas sob uma cadeira, ele metia fundo... Metia sem dó...
Sentia aquele pau me abrindo lentamente, recebendo a cabeça do seu pau...
E encharcando seu pau conforme ia entrando e deslizando... Estava super... super excitada.
Gozamos assim encostados no espelho.
Em pé.
Uma delicia.
Delirei de prazer.
Perguntou-me se dava o meu rabinho.
Se queria dá a ele.
Sim... quero e muito te dá Carlos, foi a minha resposta.
Carlos ficou radiante, estava querendo comer de tudo e lambuzar-se.
Fiquei de quatro e Carlos foi colocando a camisinha me lambia e metia sua língua em meu rabinho lubrificando.
Estava era faminto com vontade de receber seu cacete.
Senti um ardor na primeira estocada, mas aos poucos com o vai e vem lento no inicio o ardor passou deixando um rastro de volúpia.
Como uma égua no cio rebolava recebendo Carlos nas minhas entranhas.
Meu garanhão metia todo cacete e com as mãos ia me masturbando, apalpava meu grelinho que durinho estava.
Pois bem, estávamos quase morrendo de tesão, até que senti que ele queria gozar. E eu também me deixei guiar, eu gozei em seus dedos, um gozo profundo e forte...
Pois bem, essas foram as nossas aventuras em uma tarde de um dia qualquer, em um motel qualquer na cidade maravilhosa.
Carlos um Dom Juan depois me confessou que jamais iria imaginar que teria uma aventura desta através de um chat, que entrou pra passar o tempo e matar a solidão.
Tempo passou e ele deve andar bem com esposa.
Quando ela está com seus dias de TPM
Eu o abasteço de muita sacanagem e muito gozo.
Carlos um Dom Juan de deixar muitos galãs com inveja de sua performance.



Docecomomel(hgata)
Imagem do google

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Marcos...Transa ou Paixão?






Já era muito tarde da noite. Quando retornava da faculdade encontrei-me com um vizinho no coletivo.
Fazia tempos que não nos víamos.
Diferença de horários e afazeres.
Marcos sempre me paquerou, mas eu o achava muito infantil.
Conversamos sobre vários assuntos, sobre amores vividos, trabalho, faculdade e família.
Marcos absorto ao que eu falava não parava de olhar o decote de minha blusa. Realmente era ousado.
Mas nem tanto, para deixá-lo obcecado.
Disfarcei e puxando um pouco a blusa amenizou, mas decote.
Mas quem disse que Marcos disfarçava sua intenção.
Quando éramos mais jovens sempre soube de sua tara por mim, mas o tempo passa as coisas mudam.
Esta excitação que eu via no seu olhar estava me deixando super excitada.
Estava louca na verdade se dessa bola pra ele saberia que ia colar em mim.
Isto não quer estou dando tempo para amenizar sofrimento de uma desilusão.
Despedi-me quando meu ponto se aproximou.
Ele solicita disse que me acompanharia até minha casa, pois era tarde e era perigoso.
Sei não se o perigo maior era de está com ele.
Mas sem desistir da idéia me acompanhou, começamos andar em direção à minha casa e sentia seu odor de macho bem forte a aproximação de seu corpo junto ao meu.
Como se estivéssemos em transe parou bem próximo ao portão de uma casa sob uma arvore.
Puxou-me beijando-me com sofreguidão.
Suas mãos atrevidas entravam por baixo de minha roupa.
Acariciando os seios, que saíram minhas vestes, sugou-os como a um bebezinho.
Sorte a nossa que a rua estava deserta
Sentia-me febril a chama latejante no meu corpo.
Acariciávamos sentia seu membro rígido, apalpava-o que estava fora de sua calça.
Abaixei-me e suguei deliciosamente seu mastro
A excitação tomava conto de nós dois
Encostada ao portão nos amou como dois animais no cio,
Sentia seu cacete a rasgar-me com volúpia e desejo.
Marcos sem palavras só caras me beijava muito.
Com firmeza segurou-me eu com uma das pernas enlaçada a sua cintura vibrava da fúria de nossos desejos, com vigor estocava seu membro. Lindo belo e sublime com a rigidez de um amante se e sensual.
O êxtase tomava conta de nós dois.
Gemidos e sussurros eram abafados com beijos, línguas em luta possuindo-se adentrando, salivas trocadas.
E juntos chegamos ao orgasmo intenso unidos no carinho e na devassidão inconseqüente de nossos corpos.
Poucos minutos de uma intensa e forte paixão.
Extasiados de prazer.
Logo sentia seu leite viscoso escorrer por minhas coxas.
Marcos tirou a camisa e limpamos, não poderia entrar em casa do jeito que estava. Despenteada e amassado nos recompomos.
E promessas e juras de amor foram trocadas...
Assim Marcos deixou-me enfrente de minha casa e saiu em direção à sua casa que era bem próxima.
Ele com seu jeito bonachão saiu assoviando uma bela canção de amor.
Sempre a ouço com saudades.


Docecomomel(hgata)
Imagem do google

"Não confundam o autor com sua obra"

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Comeu e Guardou Comeu Mais !


Quem Come e Guarda Come Mais vezes.
Olá eu quando tinha a idade de 18 anos sai da cidade do interior e fui prá capital de nosso país Brasília, fui servir o exercito.
Rapaz franzino e sem experiência fiquei perdido no meio daqueles grandalhões, que já estavam ali nas forças armadas faz tempo.
Assim seguia minha rotina diária, acordar cedo fazer manutenção do dormitório, meu fardamento e botas, exercícios e manuseio de armas.
Ia tudo na paz de Deus até que...
Um colega de alojamento me olhava com olhos de sanguessuga.
Eu evitava ir ao banheiro quando ele estava lá.
Não é querer me vangloriar, mas meu cacete sempre desde moleque foi tipo GG. (grande e grosso)
Este colega às poucas vezes que nos encontramos no chuveiro olhava tanto para meu cacete que eu ficava sem graça desviava o olhar.
Sem querer um dia olhei o seu cacete.
Bem não sou um conhecedor de cacete, mas notei que devido a seu porte físico o cacete do Jorge era pequeno parecia de menino pequeno.
Mas que seja não tinha nada a ver com isto meu negocio sempre foi mulher e xoxota gostosa.
Estou dentro.
Mas certa noite eu e este Jorge tivemos que ficar de guarda na mesma guarita.
Revezávamos em fazer a guarda enquanto outro descansava um turno de duas horas (2hs)
Estava eu cochilando enquanto era a vez do Jorge ficar de prontidão.
Já eram aproximadamente umas duas horas da manhã.
Ainda sonolento sentia uma pessoa bem próximo a mim sentia a respiração ofegante. Sentindo alguém me apalpando.
Acordei sobressaltado e dou de cara com Jorge sem calça, segurando meu cacete ainda mole.
-Opa... Cara que diabo é isto!
-Ah. Tu sabe que desde que tu chegou que sinto maior vontade de te dá meu rabo!
-Sai dessa cara retaliei.
-Não me diga que tu não sabes que sou a mulherzinha do quartel que quase todos já meteram suas estrovengas em meu rabo!
-E já mamei montes de cacete nas noites de guarda.
-Vem não cara meu negocio é outro.
-Sai dessa sei que ta ai latejando doido meter teu cacete na minha boca pra eu mamar.
-Bem isto claro que sim afinal não é fácil ficar quarenta e cinco dias sem uma xoxota pra meter.
-Eu dizendo isto já sentia minha poderosa (cacete) dando sinais de alegria doida pra sair da calça apertada da farda.
-Ah cara deixa de ser besta, ninguém vai saber, tu me deixaeu chupar e goza na minha boca.
-Se quiser Poe no rabinho senão só assim to bom.
Mesmo que não faça isto todos que sabem que tu ta de guarda comigo vai imaginar isto.
Ai tu leva fama de ter me enrabado sem o ter feito e ainda se distraído e se aliviado desde leite delicioso que deve ta enchendo teu saco.
-To bom cara eu te deixotu chupar...
Mas. Só gozo na boca está conversado seu sacana e se tu sair dizendo meto pimenta na tua bunda?
Estamos entendidos.
Oba: Delicia!
Dizendo isto o Jorge abaixou-se a minha frente abriu minha braguilha botando meu cacete ainda semi-acordado pra fora.
E chupou indecentemente, acariciava minhas bolas, segurava a cabeçorra mamando metendo sua língua no orifício de meu cacete.
Caracas o cara guloso por cacete.
Quem poderia resistir na seca que estava, mexia meus quadris em direção de sua boca, que gulosamente sugava apertando todo meu cacete.
Segurando sua cabeça firmemente dei estocadas vigorosas logo esporrando grande quantidade de esperma que Jorge bebia sem deixar desperdiçar uma gota.
De relance o vi se masturbando, mesmo excitado seu cacete era muito pequeno, quando acabou de sorver de meu leite deu gemidos e urros de prazer gozando no chão.
-Ah delicia foi à única frase que dissemos.
-Bem camarada Jorge valeu a aliviada, já estava sentindo o peso nos culhões.
Tanque cheio é ruim.
_Mas quem disse que Jorge se contentou só com a chupada queria que eu metesse o cacete em seu rabo. Mas...Cara o trato foi só chupar.
Eu sei, mas não deu pra tirar o atraso.
Bem topa ou não?
Mas fui logo dizendo do jeito que estou Jorge se me arriscar fazer isto te arranca às pregas.
Ele riu dizendo...
Mas é isto que ando sonhando um cacete deste calibre me arregaçar.
-Pensei e meio relutante disse.
Eu também quero foder mais, quem não tem xoxota vai rabo mesmo.
Fui logo dizendo.
Vai então cara, mas já sabe bico calado ein?
Clara acha que quero perder um petisco destes. apontando para meu cacete frisou entre risos.
-Então vai fazer ronda enquanto me asseio e na volta venha preparado.
-O Jorge desceu da guarita a mil.
-Já voltou com cheiro de sabonete.
-Bem pensei se vou levar fama de comedor de cú!
- Então comer já fica mais garantido não ter duvidas.
-Minha manjuba estava adivinhando, estava toda saltitante.
Quando Jorge deu uns beijos ela ficou como se tivesse agradecendo aos céus, de tão excitado fazia curva quase indo até meu umbigo.
Jorge admirava ver o calibre.
Sem brincadeira e tipo GG mesmo grande e grossa com cabeça latejante.
Agradava a gregos e Troianos.
Meu cacete já babava de excitado Jorge não queria largar.
Minha vontade era de urrar.
O safado tinha boca preciosa na arte de chupar.
Como estávamos de plantão tinha que ficar sempre uma sombra visível, caso alguém passasse.
Assim mandei Jorge ficar de quatro no chão meti um creme que ele trouxe na cabeça latejante e passei no seu rabo. Coloquei camisinha e...Mandei ver a estrovenga.
Já não era apertado o rabinho do moço guloso, coisa que comprovei, pois não gemeu muito quando comecei a meter a cabeça só deu um grunhido.
-Pedia entre gemidos de prazer.
-Assim mete tudo meu guarda gostosão... Arregaça com sua putinha.
Mas que safado já se denominava de puta.
Dei estocadas firmes e galopei com força, Enfiei tudo do jeito que ele queria e como rebolava o moço, pois ele pedia prá meter mais com força. E não sou de negar pedidos principalmente na hora de foder.
Em minutos comecei a gozar parecia uma explosão, Jorge rebolava na minha frente como um ensandecido pedindo para meter cada vez mais.
Logo também gozou e assim feito o asseio foi terminar a guarda sem antes dizer entre risos. Adorei fazer guarda com você meu camarada,espero repetir mais vezes.
Mas já viu que achei?
Nada disto cara só foi hoje e pronto.
E descendo rindo disse veremos meu garanhão gostoso.
Veremos meu gostosão!
Acho que achei um putinha aqui, até sair o terei sempre a disposição.
Quem prova não quer deixar de saborear!

Docecomomel(hgata)
Imagem do google

"Não confundam o autor com sua Obra"

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Amante ! Ou prostituta deLuxo?


Numa viagem nas profundezas da carne, Entre EU e Você procurando em uma busca constante a auto-afirmação de minha existência.
Neste equilíbrio do querer é poder fico perdida no tempo do Amor e da saudade. Observando valores agregados ao crescimento valorizando o Amor o êxtase.
Minha alma nega a creditar que não me amas Mais.
Sempre envolta em lembranças fico a procura de tua semelhança e imagens nos becos vazios da minha vida.
Até que:
Sem querer encontramos ações que envolvem prazer de corpos deixando uma lacuna vazia no coração.
Bem. deixamos de devaneios de saudade e vamos ao amor,sexo luxuria paixão e êxtase.
Bem eu estou trabalhando em um escritório de contabilidade, meu chefe e patrão é um coroa com 60 anos é viúvo. Mas teve acidente automobilístico e tem dificuldade de locomoção.
Vive a me cantar.
Mas sempre saio com evasivas dizendo que tenho namorado.
Mas sabe daquelas pessoas que não desistem. Pois bem ele é assim.
Logo no bom dia da manhã.
-Bom Dia Sr Geraldo como passou a noite?
-Mal você não estava comigo!
-Mas... rsrsr
-Foi boa dormi dopado.
Assim eram as conversas até que um dia me chamou até a sua sala e:
-Bom dia Marcela vai logo direto ao assunto, pois não somos crianças e estou ansioso dá ponto neste conflito de meus dias.
-Aconteceu algo Sr Geraldo?
-Ainda não, mas vai acontecer, precisa acontecer.
Pois bem é a seguinte Marcela eu sou viúvo e desde que a falecida esposa se foi “Que Deus a conserve em bom lugar”. Eu nunca casei e só arranjo umas moças que vai lá em minha casa me distrair você sabe ainda estou vivo e tenho desejos.
Mas sinto insatisfeito, não fazem sexo com carinho é pago sem emoção.
Você esta me entendendo?
Sim e Não
O que eu tenho a ver com tudo isto?
Tudo Marcela você não nota que te desejo como mulher?
Acorda menina quero você de qualquer jeito!
Mas.
Nem mais nem menos!
Se precisar for até te pago que você quiser, mas te quero nem que seja por uma única vez.
Mas Sr Geraldo está me ofendendo?
Nada disto falei se preciso for é ultimo caso!
Vamos aos fatos!
Você é livre gosta de passear, viajar, e claro que gosta de coisas boas.
Eu te dou tudo isto em troca de horas de prazeres.
Fiquei estupefata sem fala, esta é uma verdadeira proposta indecente.
No dia seguinte quando cheguei tinha uma RS avermelha em minha mesa.
Não indaguei quem teria me enviado, mas sabia a resposta.
E assim subseqüente seis dias seguidos de flores, apenas flores, mas no 7º dia tinha um bilhete.
Quando li rir, mas ao mesmo tempo fiquei pensativa dia todo.
Conteúdo do bilhete “Hoje é o dia D com sete rosas te venero e hoje te quero como nunca não aceito negativas.”
Meu motorista irá te buscar às 20 horas sem falta. Beijos de quem te venera e deseja.
Ah... E agora estou em uma enroscada?
Meu dia atribulado de trabalho não me deixou pensar muito no fato. mas no vazio da volta para casa me indagava o que fazer.
Bem quando cheguei a casa tomei uma ducha relaxante.
Vesti um vestido preto de alças calcei uma sandália preta. Ah lingerie vermelha da cor do pecado.
Fiquei aguardando o motorista.
Muito cordial abriu a porta do carro e silenciosamente dirigiu-se a mansão do Sr Geraldo nosso patrão.
Eu não estava muito chamativa, mas estava atraente.
Conduziram-me a sala de está onde Geraldo estava bebericando um bom vinho.
Estava bonito com camisa pólo de listas colorida.
Nunca o tinha visto assim de traje esportivo.
Quando me avistou um sorriso iluminou sua face.
Achei-o atraente.
Acompanhei com uma taça de vinho suave.
Ele era só galanteio, disse-me, Marcela não se preocupe que você não será forçada, mas creio que você esta querendo tanto quanto eu!
Realmente coroa era raposa notou que estava gostando de ser tratada como uma rainha, poucos sabem agradar mulher com gentilezas.
O jantar foi adorável comemos salmão com saladas.
A conversa afluía muito caliente.
Após o jantar fomos para uma ante-sala onde tinha TV Som e um sofá enorme.
Geraldo sentou a meu lado e conversava olhando sempre para meus olhos.
Em um dado momento segurou minhas mãos, beijando cada um dos meus dedos.
Claro que a caricia simples deixa qualquer mulher excitada.
Mas eu estava na retaguarda.
O cheiro másculo e sua altivez davam-lhe um ar jovial.
Quando o Geraldo pegou uma das minhas mãos e pousou em seu membro rígido, fiquei desconcertada, mas senti um prazer físico.
Não esbocei reação de retirar a minha mão.
Ele começou a acariciar meus ombros, dando beijos ternos e calmos.
Suas mãos acariciavam meus seios. Sentia-me arrepiada e excitada,quando meteu suas mãos por baixo de meu vestido acariciando minha xoxota,vislumbrei um suspiro de prazer.
Geraldo apenas murmurou poucas palavras
.Delicia Marcela senti seu sexo pulsante entre os meus dedos.
Ai foi começo de uma relação amorosa doida e alucinada.
Geraldo acariciava minha xoxota e com jeito tirou minha calcinha. Ele absorveu o cheiro o meu aroma e guardou no bolso de sua calça.
Sem mais cerimônia estávamos na ante sala, lugar aonde ninguém iria sem ser chamado. As alças de meu vestido foram arriadas,sem eu notar tamanha delicadeza que me despia.
Tirei sua camisa e vi um coroa ainda forte com fios de cabelos raros em seu tronco desnudo. Despojei de pudores resolvi viver aquele momento. tirando sua calça vi saltitar um pênis duro e super rígido.
Estávamos na imensidão do sofá.
Geraldo esbanjava vitalidade, caiu de boca na minha xoxota que ondas convulsivas percorriam meu corpo.
Sua língua suave me lambia e chupava, segurando entre seus lábios, o meu clitóris que vibrava de excitado. sentada no encosto do sofá dava espaço para Geraldo fazer todas peripécias que quisesse.
Adorando as sacanagens gozei logo. Ah como ele sugou meu gozo parecia um bezerrinho desmamado segurando meu grelinho .balbuciando palavras de prazer.
Ahh... Gostosa..Delicia minha deusa...Como sonhei com isto.

Ele apenas disse meu maior prazer será ver você sentir prazer.
Assim também mamei de seu mastro, ele adorou sentir minha boca seu cacete. acariciava seus culhões com a boca.Dei-lhe um verdadeiro banho de gato.
O coroa gemia alto.
Pensei até que ia dar um treco.
Depois de uma imensidão de sacanagens e carinhos eu já tinha gozado duas vezes em sua boquinha gulosa.
Eis que ele deita no sofá pedindo com voz suave.
Vem minha querida Marcela cavalga neste ex- garanhão e me faz sentir homem de novo.
Notei que a firmeza de seu mastro não estava como antes. Sem muita demora enganchei em seu cacete e cavalgava rebolando sem parar.ele apenas gemendo de tesão pedia .
Come-me sua safada gostosa.
Como tem coisas que quando começa não se pode parar, galopei em seu cacete até senti uma explosão de seu gozo.
Em seguida gozei e abraçados ficamos.
Agora sou sua amante cativa.
Fui promovida a chefe do escritório.
Sempre estamos viajando conhecer este Brasil e suas belezas.
Geraldo e Eu fizemos um contrato, não casei com ele, mas me trata como sua esposa E vamos morar no apartamento novo que ele deu-me de presente meu aniversário no final do mês de setembro.
Legal amada amante.
Ou Prostituta de Luxo!


Docecomomel(hgata)
Imagem do google



Docecomomel(hgata)

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Com uma Bi-Sexual II


Com Uma bi-Sexual II
Continuando aventura...


Bem depois da primeira vez com Regina, eu fiquei alguns dias sem vê-la.
Final de ano se aproximando, férias e a Regina iam retornar para a sua cidade.
Sentirei sua falta sempre foi minha amiga, muito antes da experiência que tivemos.
Quando Regina veio falar comigo foi como se despedíssemos.
Ela me pediu algo.
Eu não vou dizer que não neguei por pena ou por amizade, mas eu queria também.
Regina falou se poderíamos nos despedir em intimidades.
Mas... Regina não sei se é certo
Será só nos duas algo para ficar na lembrança.
Depois cada qual segue seu caminho.
Eu só de conversar sobre isto me deixava excitada, pois digo que adorei a 1ª experiência e era algo novo desconhecido.
Aceitei.
Está bom marcela na sexta feira nós vamos a um motel.
Minha mãe vai mandar dinheiro para mim eu te levo ta certa?
Esta certa Regina, mas sem forçar nada só vamos ate onde achamos que podemos está bom?
Claro! Seremos eu e você.
Aliado aos prazeres de nossos corpos.
Passados os dias na sexta-feira peguei minha motocicleta vesti um casaco para tornar impessoal e fui buscar Regina.
Parei em sua casa ela veio sorridente com ar de felicidade.
Seguimos de motocicleta em direção onde tinha vários motéis a Regina que escolheu. No trajeto safadinha ia acariciando minha xoxota mesmo por cima da roupa deixava-nos excitada.
Assim que entramos.
Eu tímida.
Mas a Regina muito boa de conversa, Ou boa de língua, disse-me Marcela se solte já nós conhecemos intimamente.
Só faremos o que você aceitar e quiser.
Dizendo isto se aproximou tirando minha blusa olhava-me fixamente para meus seios. Começando acariciar suas mãos macias bolinava os mamilos um a um.
Senti ficarem eriçados.
Apalpava-os com delicadeza, sugando-os mordiscando sentia minha chuta ardendo de excitada, com tantos carinhos.
Sentia minha xoxota umedecendo, ficava excitada com o toque de suas mãos.
Regina não era tipo masculinizado.
Era sensual carinhosa e meiga.
Só sentia mais prazer com mulheres, Mas tinha seus cachos como ela afirmava para furar quando ela quisesse.
Já ambas sem roupas deitadas em caricias.
Atrevi-me tocar-lhe sua xoxota com os dedos.
Super lubrificada seu clitóris maior que o meu, estava túrgido.
O calor que emanava de nossos corpos. Incitávamos a caricias.
Passei meus dedos entre seus lábios, afundei em sua gruta tirei gemidos.
-Regina contorcia de prazer.
-Dizia vá até onde desejar e quiser.
Ela sentia e sabia eu não estava preparada para chupar sua xoxota.
Ela compreendia.
Não exigia troca.
Regina levantou ficando em pé a minha frente eu sentada na cama.
Passeava com meus lábios pelos seus seios, sua barriga seus pelos pubianos.
Com minhas mãos acariciando sua xoxota que parecia um vulcão de quente.
Meus dedos masturbavam-na ela contorcia-se de prazer acariciando meus seio e tudo que conseguia segurar.
As convulsões de seu corpo elevaram a um gozo explosivo.
-Regina me abraçou e com leve toque de lábios sussurrou. Eu te amo Marcela.
Mas você não se entrega como eu a paixão de nossos corpos.
-Eu respeito por te amar demais.
Dizendo isto me induziu a ficar deitada e pegou algo na sua bolsa.
Vindo até mim dizendo.
Abra suas pernas meu amor que hoje teremos os prazeres mais profundos para ficar na lembrança de duas pessoas que se amam.
Suas palavras eram caricias cheias de emoção.

Fui induzida a abrir-me, seus lábios, saboreava meus seios, meu ventre, e quando Regina despejou chantilly na minha xoxota.
Foi o ápice do prazer.
Aquele friozinho, seus lábios mornos sugando-me, sua língua brincava com meus lábios meu clitóris era agraciado com caricias de dedos e lábios.
Mais chantilly e ondas de êxtase percorriam meu sexo e corpo.
Senti-me neutralizada entre a terra e o céu.
A paixão sentida em cada ato de Regina não estava fazendo sexo, estava me elevando a caminhos outrora desconhecidos.
Ondas de prazer apossavam-se de nós duas.
Regina com delicadeza explorava meu corpo tirando prazer e sentia também, pois via que eu estava gostando.
Isto a deixava feliz.
Mas o prazer era mutuo.
Sentia-me bem dando e recebendo carinhos.
Já exaurida de orgasmos simultâneos.
Eis que Regina me pede algo que eu sentasse em seu rosto queria que eu gozasse direto nela.
Mas Regina...
Nem mais nem menos.
Quero sentir seu néctar escorrendo pelas paredes de sua gruta indo direto para minha boca, quero sorver de seu mel Marcela não me negue isto.
Por favor, depois quando sairmos daqui passará uma borracha no passado e começaremos de zero!
Procurando ser feliz da melhor forma!
Com tanta gentileza a querendo mais que tudo eu escancarei no rosto de marcela que me sugava chupava e falava coisas que me incitavam ao prazer.
Para colaborar despejava chantilly na xoxota que Marcela sugava com mais vontade ainda.
Senti prazeres desconhecidos
perdi a conta de quantos orgasmos tive.
Regina varias gozou entre meus dedos, encharcava meus dedos de seu liquido viscoso com cheiro adocicado.
Não tive a vontade de chupar, mas dedilhei e massageei seu grelo como nunca e orgasmos sentimos.
Abraçadas ficamos um bom tempo olhando o infinito.
Sabíamos que ali terminaria uma relação de amizade e cumplicidade.
Regado a prazeres sentidos e jamais repetidos.
Amo-te Regina amiga e companheira!
Minha adorada amiga que me mostrou os caminhos do prazer sem distinção de sexo.

Docecomomel(hgata)

Docecomomel(hgata)


Imagem do google

Arquivo de Contos

Contos Eróticos (128) Contos Eróticos Docecomomel(hgata) (35) @Docecomomelcontos (34) .Contos Eróticos de DocecomoMel (hgata) (29) Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (28) .Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (27) .Contos eróticos de Docecomomel (24) Conto Erótico de Docecomomel(hgata) (15) Contos hot (13) Contos de Docecomomel (11) Contos de Docecomomel (hgata) (11) Contos eróticos de docecomomel (hgata) (11) Conto de docecomomel (hgata) (10) Docecomomel (10) @ docecomomelcontos (8) Conto erótico de Docecomomel (hgata) (6) contos eróticos de docecomomel (6) Contos Eróticos docecomomel (5) Conto Eróticos de Docecomomel(hgata) (4) Conto de docecomomel (4) Contos Eróticos Docecomel(hgata) (4) Contos eroticos de Docecomomel (hgata) (4) Contos eroticos de docecomomel (4) Poema de docecomomel(hgata) (4) Traição (4) Conto erótico de Docecomomel (3) Contos docecomomel (3) ContoseróticosdeDocecomomel(hgata) (3) Docecomomel Contista (3) 2015 (2) Ano 2015 (2) Com Uma Bi-Sexual I Docecomomel (hgata) (2) Contos (2) Contos Eroticos da docecomomel(hgata) (2) Contos de Docecomomel(hgata) Conto homo (2) Contos eroticos (2) Contoseróticos de docecomomel (2) Erotismo (2) Erotismo em alta (2) Eu e eles Docecomomel(hgata) (2) Mensagem WEB (2) Meu cunhado safado (2) Meu tio meu ex-amante.@docecomomelcontos (2) Tesão (2) contos eroticos docecomomel (2) contos hot docecomomel. (2) (homossexual) (1) * Trepando com a sobrinha de minha esposa (1) * Trepando com a sobrinha de minha esposa II (1) 04/2019contos (1) 100 Palavras Docecomel(hgata) (1) 11/2014 (1) 1ª traição de uma mulher casada. (1) 1º Conto de 2017 (1) 1º Menage da minha esposa! (1) 2º de 2014 (1) @docecomomelcontos contos (1) A Faxineira Novinha Putinha (1) A Moradora de rua...Virou minha amante.ContosEróticos de Docecomomel(hgata) (1) A Ninfetinha virgem me presenteou seus cabaços (1) A amiguinha de minha irmã. (1) A balzaquiana fogosa e seu Pupilo (1) A doutora com seu paciente.ContosEróticos de docecomomel (1) A evangélica puritana. (1) A ex-mulher do meu cunhado. (1) A noiva putinha do meu cunhado. (1) A novinha filha da empregada (1) A pedido do amigo transei com sua mulher.Contos Eróticos de docecomomel (1) A prima gostosa da minha esposa.Contos Eróticos de Docecomomel (1) A primeira vez da minha namorada.Contos Eróticos de docecomomel (1) A secretária é minha putinham @docecomomelcontos (1) A vizinha é minha mante. (1) AVISO (1) Abusada enquanto dormia por um nativo (1) Adorando ser corno conformado. (1) Algumas fantasias e fetiches: (1) Amante de uma coroa (1) Amante do sócio do marido. (1) Amante e colega de trabalho.Contos Eróticos de docecomomel (1) Amante ninfetinha tesuda e safada. (1) Amante ou Prostituta de Luxo? Docecomomel(hgata) (1) Amiga da esposa (1) Amigo do ex-marido atual amante. (1) Amigos... E amantes (1) Amiguinha da minha irmã minha putinha (1) Amizade Desejos e Algo Mais (1) Amizade que virou safadeza.Contos Eróticos de docecomomel (1) Amo ser corno manso Contos Eróticos de Docecomomel (1) Angel Ninfeta Safadinha e Gostosa (1) Aprendendo as safadezas com meu tio.Conto Erótico de docecomomel (1) Arrombei com meu amiguinho Conto homossexual de Docecomomel(hgata) (1) As Coisas Mudam e eu Mudei (1) Assumindo a Sexualidade Gay Docecomomel(hgata) (1) Atenção (1) Atração levou-me a trair.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Atração Virtual Transa Real (1) Aventura Casual (1) Aventura Louca (1) Aventura com minha vizinha do condomínio...Conto erótico de Docecomomel (1) Aventura em alto mar (1) Aventura louca de uma ninfeta safada e um coroa.Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Babá safada e tesuda. (1) Bem comida pelo fotografo (1) Bia e Lucas um caso à parte (1) Bia e Lucas um caso à partell Docecomomel(hgata) (1) Caindo na vara do negão. (1) Caindo nas garras de uma casada safada. (1) Caminhoneiro Safado Contos Eróticos de Docecomomel (1) Carta de Amor Docecomomel(hgata) (1) Carência Sexo e Amor (1) Casada Safada insaciável. (1) Casada...Safada Adora Trair.Contos de Docecomomel (hgata) (1) Casado Sim e Daí? (1) Caso Virtual (1) Charge Momesca (1) Charge de amor (1) Chuva Dourada (1) Cobiça e Desejos (1) Colega de trabalho putinha (1) Com Safadeza.@docecomomelcontos (1) Com Um negro bem dotado Conto de docecoomel (hgata) (1) Com Uma Bi-Sexual II Docecomomel (hgata) (1) Com o macho de minha tia descobrir a safadeza... Contos Eróticos de DocecomoMel(hgata) (1) Comendo Uma Coroa Gostosa e Insaciável.Contos eróticos de docecomomel(hgata) (1) Comendo a Estagiaria da Empresa (1) Comendo a Safada o marido Corno Vendo (1) Comendo a cunhada novinha (1) Comendo a esposa safada do meu tio. (1) Comendo e sendo comido (1) Comendo gostoso a namorada do meu amigo... (1) Comendo minha empregada casada II (1) Comendo minha empregada casada! (1) Comendo minha prima safada (1) Comendo o irmão da minha namorada (1) Comendo o irmão da minha namorada II (1) Comendo uma “Traveco” Conto eróticos de Docecomomel (1) Comendo à vontade (homossexual) (1) Comeu e Guardou Comeu Mais Docecomomel(hgata) (1) Comi a empregada... Gostosa de todo jeito.Conto Erótico de Docecomome l(hgata) (1) Comi a namorada do meu amigo.Conto Erótico de Docecomomel (hgata) (1) Comi gostoso meu ajudante. (1) Comi gostoso no acampamento.Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Comi um gay por excesso de tesão.Conto erótico de Docecomomel (1) Como Seduzi Meu Padrasto (1) Compadre só da cintura pra cima (1) Conto de Docecomomel (1) Conto Erótico de Docecomomel(hgata) Aventura de um garoto de programa (1) Conto Eróticos Docecomomel (1) Conto Eróticos de Docecomomel(hgata)Maratona sexual bom demais (1) Conto Eróticos de Docecomomel(hgata)Um Amor Indecente (1) Conto Lésbico (1) Conto de Docecomomel (hgata) Descobertas de Adolescente (1) Conto de Docecomomel(hgata) (1) Conto eroticos de Docecomle(hgata) Traições e Carências (1) Conto erótico de Docecomomel(hgata)Sedução Fogo e Paixão (1) Conto eróticos de docecomomel(hgata) Quando enrabei um Emo (1) Conto heterossexual (1) Conto homo (1) ContoEróticode Docecomomel(hgata) (1) ContoTrepando gostoso com meu vizinho coroa Conto Erótico de Docecomomel (1) Contoe eróticos de Docecomomel(hgata) Meu primeiro Orgasmo (1) Contor Eróticos de Docecomomel(hgata)Transando Com Uma Bissexual (1) Contos de Docecomomel (hgata) (1) Contos Eroticos Docecomomel(hgata) Anjos ou Safados (1) Contos Eroticos Docecomomel(hgata) Jovem Belo e Gostoso (1) Contos Eroticos Docecomomel(hgata) Meu jovem aprendiz do Amor (1) Contos Eroticos de Docecomomel (hgata) Negros Minha Tara. (1) Contos Eroticos de Docecomomel (hgata)Meu Padrasto meu 1º Homem (1) Contos Eroticos de Docecomomel(hgata) Sexo Prazeres do meu corpo (1) Contos Eroticos de Docecomomel(hgata)Meu noivo é Um corno Manso I (1) Contos Erótico docecomomel(hgata) (1) Contos Erótico de Docecomomel(hgata)Perdendo a Vergonha (1) Contos Eróticos Sexo animal Docecomomel(hgata) (1) Contos Eróticos Desejos e Prazer Docecomomel(hgata) (1) Contos Eróticos Eu e meu entregador de pizza Docecomomel(hgata) (1) Contos Eróticos Carências e Excessos de Desejos;Docecomomel(hgata) (1) Contos Eróticos Dueto Meu querido Bombeiro Docecomomel(hgata) (1) Contos Eróticos Meu Cunhado e Eu Docecomel(hgata) (1) Contos Eróticos Noites de Prazeres Docecomel(hgata) (1) Contos Eróticos Trilhas dos Prazeres Docecomomel(hgata) (1) Contos Eróticos Web Mensagens (1) Contos Eróticos ca Docecomomel(Hgata) Traí Gostei e teve Bis (1) Contos Eróticos de Docecomomel (hgata)Amor e Muito Sexo virtual (1) Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) Escrava do Prazer (1) Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) Fudendo com meu pedreiro (1) Contos Eróticos de Docecomomel(hgata)Perdendo a Inocência (1) Contos Eróticos de Docecomomel. (1) Contos Eróticos deDocecomomel(hgata) Aprendiz de garanhão (1) Contos Eróticos deDocecomomel(hgata) Ménage com à amiga da esposa I (1) Contos Eróticos dose dupla Docecomel(hgata) (1) Contos de Docecomomel(hgata)Inocente Tesão (1) Contos de docecomomel(hgata) Conto Homossexual (1) Contos eroticos Docecomomel(hgata)Traí e fiz uma DP deliciosa (1) Contos eroticos da docecomomel(hgata)Prazeres (1) Contos eroticos da docecomomel(hgata)Uma morena Insaciável e safada (1) Contos eroticos de Docecomomel(hgata) Caindo de boca ...Na folia (1) Contos eroticos de Docecomomel(hgata) transei com dois na madrugada (1) Contos eroticos de Docecomomel1ª vez de uma adolescente (1) Contos eroticos de docecomomel(hgata)O Negão me enrabou...Eu gostei (1) Contos eroticos de docecomomel(hgata)Sexo sem Medo e Pudor Só Prazer (1) Contos eróticos Docecomomel(hgata) Seduzi meu primo jovem (1) Contos eróticos Toca de Casais dá certo Docecomomel(hgata) (1) Contos eróticos de Docecomomel (hgata) Traição Virtual (1) Contos eróticos de Docecomomel Sendo Corno por opção II (1) Contos eróticos de Docecomomel Uma Ninfetinha Muito Safadinha (1) Contos eróticos de Docecomomel hgata) Amante de Um Casado (1) Contos eróticos de Docecomomel(Hgata) Negro e bem dotado (1) Contos eróticos de Docecomomel(Hgata) Uma Trepadinha Rápidinha (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata) Aprendiz de Amante (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata) Calcinhas meu maior fetiche (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata) Dando e recebendo Amor (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata) Inocente Tesão II (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata) Minha Primeira Amante (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata) Um viuvo bom de Cacete (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Comendo do que gosto. (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Desejos de Um Coroa (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Perdendo o Cabaço (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Traindo com a amiga da esposa 2ª parte (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Traindo com amiga da esposa 1ª parte (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Traindo e gozando muito (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Transando com meu genro (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Um boy para uma coroa ousada (1) Contos eróticos de Docecomomel(hgata)Uma rapidinha com o massagista (1) Contos eróticos de docecomomel (hgata) Meu Amante Bom de cama (1) Contos eróticos de docecomomel (hgata)lFruto de Uma traição (1) Contos eróticos de docecomomel(hgata) Relato do meu 1º Anal. (1) Contos eróticos de docecomomel(hgata) Safadeza com um bissexual Enrustido Homo (1) Contos eróticos de docecomomel(hgata)Comendo uma Ninfeta Virgem e Gostosa. (1) Contos eróticos de docecomomel(hgata)Enrabando Uma ninfeta e um Emo (1) Contos eróticos de docecomomel(hgata)Meu 1º anal com minha namorada (1) Contos eróticos de docecomomel(hgata)Transando com meu Chefe (1) Contos eróticos deDocecomomel(hgata) (1) Contos eróticos deDocecomomel(hgata) Aventuras de Um Casado Fogoso I (1) Contos eróticos deDocecomomel(hgata) Sendo Corno Por Opção (1) Contos eróticos deDocecomomel(hgata) Transando Com Intenso Prazer (1) Contos eróticos deDocecomomel(hgata) Transando com meu genro II (1) Contos eróticos.com.br/ (1) Contos erótticos de docecomomel Trai meu noivo com meu patrão...E gostei muito! (1) Contos hot de docecomomel (1) Contos hotm contos picantes (1) Contos.Contos Eróticos (1) ContosEroticos Docecomomel(hgata) Desejos e Corpos Ardentes (1) ContosEroticos de Docecomomel(hgata) Meu Amante Bem Dotado. (1) ContosEroticos de Docecomomel(hgata) Meu Noivo é"Corno Manso" II (1) Contos´eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Corno (1) Corno Assumido (1) Corno Manso e Marido Fiel. (1) Corno Manso e Submisso.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Corno Sempre Corno (1) Corno sem Vergonha e Manso (1) Corno...Mais feliz. (1) Coroa (1) Coroa Gostosa. (1) Coroa pai de minha amiga Docecomomel(hgata) (1) Coroa viúva carente gostosa.Contos eróticos de docecomomel (1) Crônica de Docecomomel (hgata) (1) Crônica de Docecomomel(hgata) Coneito de Natal HÕ Hô (1) Crônica de Docecomomel(hgata) Paixão Minha Sedução (1) Cuidando e dando muito ao meu vizinho.Conto erótico deDocecomomel(hgata) (1) Cunhada Safadinha e Gostosa. (1) Curtindo Uma DP Contos eróticos deDocecomomel(hgata) (1) Dando No Plantão Docecomomel(hgata) (1) Dando a meu Senhor (1) Dando para o marido da minha mãe. (1) De Caso com meu Cunhado (1) De babá a amante de luxo (1) De donzelo a garanhão. Conto Eróticos de Docecomomel (1) De faxineira a minha amante! Conto de Docecomomel (1) De motorista a amante da patroa. (1) De tio atual amante. Contos de Docecomomel (1) Deficiências (1) Dei Corno Em minha própria cama Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Dei a meu vizinho Voyeur (1) Dei de presente uma mulher. Docecomomel(hgata) (1) Depois de casada... Traí com o filho da vizinha.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Desabafo (1) Desabafo de uma mulher casada e infeliz.Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Desabafos de Uma mulher Casada e Infeliz Docecomomel(hgata) (1) Desejos e Taras (1) Devaneios e Prazeres de Gabi Docecomel(hgata) (1) Devassidão de Namoro Docecomomel(hgata) (1) Dia do Beijo (1) Doce mel Video e letra da música (1) DocecomoMel (hgata) Agradecimento (1) Docecomomel (hgata)Contos Rróticos (1) Docecomomel Conto Erótico.Trepada Casual Com Intenso prazer (1) Docecomomel Contos Eróticos (1) Docecomomel Poema (1) Docecomomel conto em espanhol Yo ... Y el padre de mi amigo (1) Docecomomelcontista (1) DocecomomoMel &Climax contos (1) Doces Desejos de Meninos (1) Dois milhoes de acessos blog sensacoes com emoçoes. (1) Don Juan e Bom de Cama Docecomomel(hgata) (1) Dormindo com a madrinha! (1) Dou corno no meu tio... E dai?Docecomomel (1) Dupla penetração docecomomel(hgata) (1) Duvidou Caiu na Vara do Negão (1) Eduardo Boquinha Santa (1) Ela pediu comida eu dei Sexo! Contos Eróticos de docecomomel (1) Em teus olhos (1) Embarcando no ônibus do prazer (1) Empregada Gostosa E Safada Contos eróticos de Docecomomel (1) Empregada Gostosa e Eu. (1) Empregada Tesuda. Contos eróticos de docecomomel (1) Encochada e comida no ônibus lotado.Contos eróticos de Docecomoml (1) Encochada no Trem (1) Encochado pelo negão no ônibus (1) Encontro de Machos... Famintos por sexo.Contos Eroticos de Docecomomel (1) Encontros e Safadezas na Noite (1) Enrabado pelo meu tio (1) Entregador de água bem dotado...Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Era motorista agora amante.Conto Erótico d3e Docecomomel(hgata) (1) Esposa do meu tio (1) Estagiário tesudo e safado (1) Estranho desejos Docecomel(hgata) (1) Estreando um Gay Virgem Docecomel(hgata) (1) Estrepulias em tardes de sábado Docecomomel(hgata) (1) Estuprada pelo cunhado. (1) Eu Sou um Corno...e Manso (1) Eu Traì Meu Namorado Docecomel(hgata) (1) Eu Traí pela Força da Carência Docecomomel(hgata) (1) Eu com meu professor de Auto escola Docecomomel(hagata) (1) Eu com meu professor de autoescola. (1) Eu com uma Bi docecomomel(hgata) (1) Eu e Meu Nerd Tesudo (1) Eu e Eles ll Docecomomel(hgata) (1) Eu e Meu Dentista Docecomomel(hgata) (1) Eu e Meu Negão Safado Docecomomel(hgata) (1) Eu e Um Coroa Safado Contos Eroticos de Docecomomel (1) Eu e Você Conto EróticoDocecomomel(hgata) (1) Eu e a coroa casada e gostosa. (1) Eu e meu garoto de programa (1) Eu e meu padrasto. (1) Eu e meu primo Felipe (1) Eu e meu tio adotivo (1) Eu e o pai de minha amiga Docecomomel(hgata) (1) Eu eoBoy da Empresa Docecomomel(hgata) (1) Eu meu marido e um amigo! Conto de Docecomomel (hgat) (1) Eu minha esposa e sua namorada.Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Eu não sou gay (1) Eu sou corno... Manso e daí? Contos Eróticos de Docecomomel (1) Eu traí e adorei...A traição.Contos Eróticos de Docecomome (1) Eu traí por ciúmes. (1) Evangélica Safadinha e Gostosa. (1) Ex -sogra atual amante.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Ex-namorada agora putinha safadinha.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Ex-namorada...Agora amante. (1) Exames e Algo Mais Com Meu Ginecologista Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Excitação ou Desejo Docecomomel(hgata) (1) Explosão de tesão e prazer. (1) Fantasias Uma DP na praia de “Nudismo”Conto Erótico de docecomomel(hgata) (1) Faturando a colega de trabalho. (1) Fazendo Amor a beira mar. Docecomel(hgata) (1) Feliz Ano Novo (1) Feliz simplesmente (1) Fetiche Docecomomel(hgata) (1) Fetiche a dois. (1) Fetiche de um casado bi-sexual Conto de ocecomomel (hgata) (1) Fetiches Traição e Safadeza! (1) Finalmente me tornei Corno (1) Fiz Sexo Oral com um Coroa. Docecomel(hgata) (1) Fiz de meu colega um corno. E manso.. Contos Eróticos de Docecomomel (hgata) (1) Flagrei Meu sogro Transando com a Empregada (1) Folias de Carnaval (1) Força e Tesão (1) Frases Picantes I Web Mensagens (1) Frases Picantes II Web Mensagens (1) Fudendo a mulher do meu tio (1) Fudendo a mulher do meu tio. II (1) Fuga Sexual Com Muita Safadeza Contos Eróticos Docecomomel(hgata) (1) Fui Traída por minha Amiga. (1) Fui Traída por uma amiga Docecomomel(hgata) (1) Fui comido Enganado Docecomomel(hgata) (1) Férias Sexo e Jovens Docecomomel(hgata) (1) Gay (1) Gosto de comer e adoro ser Comido (1) Infiel (1) Insanos Desejos Docecomel(hgata) (1) Interação Meu doce mel Docecomomel(hgata) (1) Invasão de WC Docecomomel(hgata) (1) Irmã do meu amigo virou minha amante. (1) Jovens em Êxtases e Delirios Contos Eróticos de Docecomomel (hgata) (1) Letra Musica e texto de "coisas de la vita" (1) Letra Música Rita Lee Amor e Sexo (1) Letra de música Cavalgada (1) Libido (1) Loirinha novinha bem safadinha.Contos hot (1) Loucos Desejos Docecomomel(hgata) (1) Loucuras de Prazer Docecomel(hgata) (1) Luxuria e Traição (1) Mais um Corno Feliz.Conto Erótico de docecomomel (1) Mais um gay na minha vida. Conto eróticos de docecomomel (1) Marcia Uma insaciável. Docecomel(hgata) (1) Marcos Transa ou Paixão Docecomel(hgata) (1) Marcão (1) Marketing Direto (1) Me Descobrindo Lésbica Conto homossexual feminino (1) Melina uma doce mulher. (1) Menage Feminino (1) Menage com o marido de minha tia (1) Menina Mulher Docecomomel(hgata) (1) Mensagem sex. Docecomomel(hgata) (1) Meu 1º Caso extra conjugal Docecomomel(hgata) (1) Meu Amante do Interior (1) Meu Anjo e Querubim (1) Meu Corpo Capricho e prazeres ...BDSM Ou não? Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Meu Enteado Bom de Cama Docecomomel(hgata) (1) Meu Enteado Safado.Contos eroticos de Docecomomel (1) Meu Ex cunhado Safado e Gostoso Docecomomel(hgata) (1) Meu Fetiche é meu maior tesão. (1) Meu Namorado "Afro e bem dotado". (1) Meu Negro Lindo Tesudo (1) Meu Padrasto Tesudo (1) Meu Prazer é Você Docecomomel(hgata) (1) Meu Primo Safadinho (1) Meu Primo Tarado e Tesudo (1) Meu Primo e Eu Docecomomel(hgata) (1) Meu Professor de Academia Safado:Contos de docecomomel (1) Meu Professor de Hidro Docecomomel(hgata) (1) Meu Vizinho Garanhão (1) Meu amante é bem dotado (1) Meu amante é um negro safado! (1) Meu amigo virtual (1) Meu colega comeu minha mulher.Contos Eroticos de Docecomomel (1) Meu colega de quarto me comeu (1) Meu cunhado... Fez meu marido virar corno! (1) Meu dia de Puta (1) Meu enteado Safado 2 (1) Meu enteado safadao. (1) Meu ex-primo..Atual amante.Docecomomel(hgata) (1) Meu fetiche com a empregada (1) Meu macho é namorado de minha mãe (1) Meu marido gostou de ser corno! (1) Meu noivo é"Corno Manso" (1) Meu padrasto meu primeiro homem (1) Meu primo Safado (1) Meu primo bem tesudo e safado (1) Meu primo meu macho. (1) Meu professor meu macho Safado (1) Meu pupilo adorável e gostoso Docecomomel(hgata) (1) Meu querido gigolô Docecomomel(hgata) (1) Meu técnico meu macho (1) Meu vizinho meu maior tesão. (1) Meu vizinho safado e tesudo..@docecomomelcontos (1) Meu vizinho é corno manso...I (1) Meu vizinho é corno manso...II Contos eróticos de Docecomomel (1) Meu vizinho é muito safado (1) Meu Ébano Docecomomel(hgata) (1) Meus desejos de Amor Docecomomel(hgata) (1) Meus desejos de amor.Conto erótico de Docecomomel Meus desejos de Amor (1) Minha 1ª Vez foi com Um Gay (1) Minha 1ª traição (1) Minha 1ª traição foi com um novinho da Web. (1) Minha Chefa me Seduziu... Amei... (1) Minha Enteada Safadinha. (1) Minha Lua-de-mel.Docecomomel(hgata) (1) Minha Massagista Tarada (1) Minha Prima Safada e Tesuda...Contos hot (1) Minha Prima Tesuda. (1) Minha Prima Virgem e Safada... @@Docecomomelcontos (1) Minha Vizinha Safada e Gostosa. (1) Minha amante casada (1) Minha amante casada...@docecomomel (1) Minha colega de trabalho safada (1) Minha colega de trabalho é uma puta gostosa (1) Minha enteada e Eu. (1) Minha esposa me deu corno com meu vizinho.Contos Eróticos de DocecomoMel (1) Minha iniciação em sexo anal .Contoeróticos de Docecomomel(hgata) (1) Minha namorada com meu primo.@docecomomelcontos (1) Minha prima boa de foda (1) Minha prima putona (1) Minha prima safada. (1) Minha primeira foda com uma coroa. (1) Minha primeira vez Docecomomel(hgata) (1) Minha primeira vez. (1) Minha primeira “Virgem” Contos eróticos de docecomomel (1) Minha sogra...Minha puta! (1) Minha tia minha 1ª foda. (1) Minha tia minha amante.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Minha tia safada.mContos eróticos de docecomomel (1) Minha vizinha novinha safadinha.Contos eróticos de docecomomel (1) Minha vizinha safada (1) Minha vizinha safada. (1) Modelos imagens (1) Moema (1) Morena Safada.Contos Eróticos de docecomomel (1) Muito Sexo com Minha Chefe (1) Mulher tem que ser igual puta (1) Ménage Entre Amigos Docecomomel (hgata) (1) Ménage com as 2 irmãs. (1) Ménage com duas Safadas e Gostosas (1) Ménage com filho e sua mãe.Contos de DocecomoMel (1) Ménage com minha esposa.Conto Eróticos de Docecomomel (1) Ménage com à Amiga da Esposa (1) Ménage à trois... No Albergue... (1) Ménage à trois... No Albergue... Docecomel(hgata) (1) Na Cabine de um caminhão. docecomomel(hgata) (1) Na Calada da noite...Meu cunhado fodeu gostoso comigo!Contos eróticos de docecomomel (1) Na calada da noite...Meu cunhado transou comigo Contos eróticos de docecomomel(hgata) (1) Na dúvida optei em Dá (1) Na garagem dentro do carro docecomomel(hgata) (1) Negro e bem dotado...Alguém resiste? (1) Ninfeta do Interior Docecomomel(hgata) (1) Ninfeta safadinha Deu...e Arrependeu (1) Ninfetinha Safadinha Docecomomel(hgata) (1) No Escuro do Cinema Docecomomel(hgata) (1) No motel de Beira de Estrada Docecomomel(hgata) (1) No ônibus Docecomomel(hgata) (1) Noites de Insônia e o vigia .Conto eróticos de DocecomoMel(hgata) (1) O Boy do Mercadinho (1) O Chefe e sua Estagiária. (1) O Maridoda minha tia II Docecomel(hgata) (1) O Namorado da minha amiga Docecomel(hgata) (1) O Pecado Mora ao Lado Docecomel(hgata) (1) O chefe e sua estagiária (1) O clímax do tesão em traí (1) O marido de minha tia Docecomel(hgata) (1) OBRIGADO UM MILHÃO DE ACESSOS (1) Orgasmos Múltiplos Docecomomel(hgata) (1) Orgasmos Poéticos (1) Orgasmos no ônibus II Docecomomel(hgata) (1) Orgia ou Ménage (1) PRIMA CARENTE E PUTA (1) Pagando Traição com Traição (1) Pagando um boquete pro negão (1) Pagou Dividas Com Sexo (1) Paixão e Docecomomel poema Eterno amor docecomomel(hgata) (1) Para ser corno tem que ser manso! Contos de Docecomomel (1) Parceiros AmantesDocecomomel(hgata) (1) Patricia...Indecente... mas feliz! Conto Eróticos de docecomomel (1) Paulo e Déia um caso Surreal.Será?Docecomel(hgata) (1) Pegando a cunhada Novinha.Contos de DocecomoMel (1) Pegando namorado da amiguinha Conto da Docecomomel (1) Peguei a mulher do meu tio.Contos Eroticos de Docecomome (1) Peguei minha prima e sua amiguinha! Contos Eróticos de Docecomomel (1) Pintando o 7 Docecomomel(hgata) (1) Poema Desejos de Você Docecomomel(hgata) (1) Poema Doce desejos Docecomomel(hgata) (1) Poema Erótico Abraça-me Docecomel(hgata) (1) Poema Erótico Quero Você Docecomel(hgata) (1) Poema Erótico Sabor de Canela Docecomomel(hgata) (1) Poema Erótico Vem..te queroDocecomomel(hgata) (1) Poema Você e Eu Docecomomel(hgata) (1) Poema em dueto com Antonio Tavares.e Docecomomel (1) Poemeto de Docecomomel(hgata) raimunda a boa de bunda (1) Poeminha do Beijo (1) Poeminha do Querer Docecomomel(hgata) (1) Poetando na Blogsfera Eu e Você (1) Prazer e Tesão com Foda Bareback (1) Prazer de ser corno manso (1) Prazer de ser corno manso! (1) Prazeres de Mneina em Corpo de Mulher Docecomomel(hgata) (1) Prazeres e Êxtase (1) Prima é perigo constante. (1) Primeiro anal... Inesquecível.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Priminha Safada Carente (1) Primo do meu marido meu amante.Contos de docecomomel (1) Professora Particular Contos Eróticos de Docecomomel (hgata) (1) Prosa poética Calo-me Docecomomel(hgata) (1) Prova de sedução (1) Provando de meu Mel (1) Putaria com a novinha. (1) Quietinha e de Madrugada Docecomomel(hgata) (1) Rafael meu 1ºMacho Fudedor (homossexual) (1) Recado do Blog (1) Relato De Um Estupro (1) Relato de um corno conformado. (1) Relato de uma Safadeza.. Docecomel(hgata) (1) Saciando desejo da esposa do primo.Contos Eroticos de Docecomomel(hgata) (1) Safada Ou Santinha?? (1) Safadeza na Noite (1) Safadeza no Escuro do meu Quarto. (1) Safadinha e o coroa pai da amiga. (1) Safadinha.Contos Eróticos de docecomomel (1) Safado e Bem Dotado (1) Saudades Sentidas Docecomel(hgata) (1) Saudades de Meu Bem DocecomoMel(hgata) (1) Saudades e Tesão Docecomomel(hgata) (1) Seduzida pelo meio Irmão (1) Seduzindo o Cunhado (1) Sem Preconceitos Docecomel(hgata) (1) Sem ter o que fazer (1) Sendo Corno por Opção (1) Sensualidade e Êxtase docecomomel(hgata) (1) Ser Corno Manso é Prazeroso.Contos Eróticos de Docecomomel (1) Ser Corno Manso é só Tesão.Contos eróticos de Docecomomel (1) Ser Corno e Prazer Surreal. (1) Sexo Anal Prazer Infinito (1) Sexo Casual com um colega. (1) Sexo Casual e Safadeza (1) Sexo Prazer Força e Tesão Contos de Docecomomel (1) Sexo Traição em Família (1) Sexo Virtual Docecomomel (hgata) (1) Sexo e Aventuras (1) Sexo e Desejo Intenso.ll (1) Sexo e Desejo Intenso.parte l (1) Sexo entre amigos! (1) Sexo...Amei comer um rabo guloso. (1) Siririca Meu Bel-prazer (1) Siririca No Cinema Docecomel(hgata) (1) Sobrinha Bem Safadinha (1) Sonhos e Desejos Realizados (1) Sou Garoto de Programa.Contos Eroticos de Docecomomel (1) Sou Mundana e Dama (1) Sou um corno submisso. (1) Swing Prazeres Compartilhados (1) Só... Hoje (1) Tarde de Amor e Sexo Docecomomel(hgata) (1) Tecnico ou Garanhão Docecomomel(hgata) (1) Tesão de Gay (1) Tesão e Traição. Contos Eróticos de docecomomel (1) Tesão e traição entre primos (1) Tesão em ser corno (1) Tomei a namorada do primo (1) Tornei-me amante de meu cunhado.Contos Eróticos de Docecomome (1) Tornei-me amante do meu sogro.Docecomomel(hgata) (1) Tornei-me uma Sub (1) Trai por não suportar abstinência. (1) Traido em minha propria cama<contos de Docecomomel (1) Traindo Com meu sobrinho Docecomomel(hgata) (1) Traindo com a esposa do meu primo. @ docecomomelcontos (1) Traindo com meu sobrinho II Docecomomel(hgata) (1) Traindo com um JovemDocecomomel(hgata) (1) Traindo com um garoto de programa Contos eróticos de docecomomel(Hgata) (1) Traindo com uma caipira gostosaDocecomomel(hgata) (1) Traindo por pura Safadeza (1) Traição Consentida (1) Traição corno manso (1) Traição e Safadeza Total (1) Traição em familia Docecomel(hgata) (1) Traição fora do comum. (1) Traição no Litoral Contos Eroticos Docecomomel(hgata) (1) Traição no Litoral em dueto com Tiozão &Docecomomel (1) Traição é Sempre Traição...Mas é bom demais (1) Traições Servem de Lições (1) Transa Teen (1) Transando Com Duas Ninfetas Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Transando Com Meu Chefe Docecomomel(hgata) (1) Transando Com Meu Genro III (1) Transando Com Minha Sogra (1) Transando Com Veu Vizinho Docecomel(hgata) (1) Transando Em Quatro Rodas (1) Transando Gostoso Na Cachoeira (1) Transando com Minha Sogra II Conto erótico de Docecomomel20112hotmail.com (1) Transando com a Vizinha Casada Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Transando com a amiga safada dos meus filhos... Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Transando com a mulher do amigo. (1) Transando com duas safadas (1) Transando com filho da empregada (1) Transando com filho da vizinha (1) Transando com meu professor de biologia (1) Transando com meu1ºAmante Conto eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Transando com minha cunhada. (1) Transando com minha sogra...@docecomomelcontos (1) Transando com o cunhado (1) Transando com o tio de minha amiga (1) Transando com um Amigo (1) Transando com um boy de programa (1) Transando gostoso com a chefa rabuda (1) Transando gostoso comeu tio (1) Transei Com Empregada Casada Safada: (1) Transei com a Prima Safada (1) Transei com a mulher do meu tio. (1) Transei com dois no ônbus Docecomomel(hgata) (1) Transei com meu Sogro E Agora (1) Transei com o namorado virtual de amiga...Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Transei com primo da namorada. (1) Transei com um bem dotado Adorei (1) Transei com um casado E dai.Docecomomel(hgata) (1) Transei com um travesti ...E gostei Contos Eróticos de Docecomomel (hgata) Video (1) Transei muito e gostei Docecomel(hgata) (1) Traçando a mulher do meu tio. (1) Traçando a tia da esposa...Contos Eróticos de Docecomomel (1) Traí (1) Traí antes do meu casamento:Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Traí meu marido com um sobrinho seu...Conto Erótico de Docecomomel (1) Traí meu marido com um sobrinho seu...Conto de docecomomel (1) Traí meu tio com sua mulher safada.Contos de Docecomomel (1) Traí sim (1) Trepando com minha cunhada gostosa (1) Trepando com minha cunhada gostosa II (1) Trova de amigos e docecomomel (1) Um "Cara" fora de série. (1) Um Amor Gostoso e Real (1) Um Antigo e Safado caso de amor.Contos eróticos de Docecomomel (hgata) (1) Um Cara fora de série. Docecomel(hgata) (1) Um Caso Real Docecomomel(hgata) (1) Um Caso Virtual que virou Real docecomomel(hgata) (1) Um Coroa prá de gostoso Docecomomel (hgata) (1) Um EMO safado em meu caminho. Contos Eróticos de Docecomomel (1) Um Encontro Casual Contos eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Um Incesto Inesperado (1) Um Pedreiro Comedor (1) Um amigo Virtual...Um Amante Real.@docecomomelcontos (1) Um amor de professor particular Docecomomel(hgata) (1) Um amor de verão Docecomel(hgata) (1) Um amor diferente Docecomomel(hgata) (1) Um bem dotado Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Um bem dotado fudendo adoidado (1) Um bem dotado... De repente uma traição. Contos de docecomomel (1) Um caso extraconjugal Docecomel(hgata) (1) Um coroa galante e gostoso (1) Um coroa muito safado Docecomomel(hgata) (1) Um donzelo em minha vida Docecomomel(hgata) (1) Um encontro casual... Uma transa sensacional...Contos Eróticos de Docecomomel (1) Um encontro casual...Um ménage sensacional.Contos de docecomomel (1) Um fetiche (1) Um fetiche e muito tesão! (1) Um final de semana Docecomomel(hgata) (1) Um louco desejo...Uma traição! (1) Um massagista bom de tudo. Docecomel(hgata) (1) Um negão...Como eu gosto (1) Um novinho para chamar de Meu! (1) Um pau amigo...Vale ouro! Contos de Docecomomel (1) Um pupilo devasso e gostoso (homo) (1) Um sexo diferente E Gostoso Docecomomel(hgata) (1) Um virgem bem dotado Docecomomel(hgata) (1) Um virgem e Eu Docecomel(hgata) (1) Um é... Dois é...Três e D++ da conta (1) Uma Casada inexperiente...Muito safada. Contos Eróticos de Docecomomel (1) Uma Coroa Carente e Tesuda (1) Uma DP com meu marido e seu amigo.Conto de Docecomomel (1) Uma Morena Tesuda Safada (1) Uma Mulher em Minha Vida (1) Uma Putinha Safadinha. (1) Uma amante casual safada demais (1) Uma amante só minha. (1) Uma aventura Alucinante.Contos Eróticos de Docecomomel(hgata) (1) Uma balzaquiana Fogosa (1) Uma boa opção uma amante...Safada.Contos eróticos de Docecomomel (1) Uma carona legal Docecomomel(hgata) (1) Uma casada Safada. (1) Uma deliciosa DP.Com dois irmãos (1) Uma festa muito boa. Docecomomel(hgata) (1) Uma festa surreal...Uma traição. (1) Uma mulher Papa-Anjo (1) Uma putinha gostosa. (1) Uma putinha só minha. Contos Eróticos de Docecomomel (1) Uma safadinha só minha (1) Uma sobrinha gostosinha (1) Uma tal Larissa casada e putinha.Contos de Docecomomel (1) Uma tarde de prazer.Docecomomel(hgata) (1) Uma traiçao Uma magoa docecomomel(hgata) (1) Uma traição (1) Uma transa no meio da tarde (1) Uma vizinha putinha e safadinha ! Docecomomel Contos Eróticos (1) Uma viúva carente e gostosa.Contos Eróticos de Docecomomel (hgata) (1) Uma voz... Uma cantada ...Uma noite de amor. (1) Valores Jovens Pessoas (1) Vem Web Mensagens (1) Viagem ao Portal do Amor Docecomomel(hgata) (1) Video de Docecomomel (1) Video e Imagem Chico Buarque O Meu amor (1) Vinícius de Morais (1) Vivenciando o Amor (1) Vizinha amiga e amante: Contos de docecomomel (1) Vizinha Safada e Gostosa. (1) Vizinha e Amante Safadinha (1) Vizinha putinha. (1) Vizinha safadinha e Gostosa Docecomel(hgata) (1) Vizinhos e Amantes: (1) Web Curiosidades (1) Web Informações (1) amante (1) amiga de minha mãe (1) amor e paixão (1) blogs (1) blogs docecomomel (1) com amigo do namorado! Contos docecomomel (1) contista docecomomel (1) conto (1) conto eroticos (1) conto erótico docecomomel (1) contos de docecomomeel (1) contos de sexo (1) contos de sexo.Docecomomel (1) contos de tesão. (1) contos docecomomel contos hot docecomomel (1) contos eróticos de docecomle(hgata) Comendo a babá em seu trabalho (1) contos eróticos de docecomomel(hgata) Galinhando com meu namorado (1) contos homosexxual (1) contos top (1) contoshot (1) de Docecomomel(hgata) Aprendendo a nadar eu Traí...E Agora? (1) docecomome (1) docecomomel contos (1) docecomomel(hgata) (1) docecomomel(hgata) Cronica azeda (1) erotico (1) eroticos (1) foi com meu cunhado (1) http://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/ (1) l@docecomomelcontos (1) lcontos (1) magens da segunda (1) mas sem pretenção Contos Eróticos Docecomomel (1) minha amante. (1) o (1) orgasmo no ônibus Docecomel(hgata) (1) pornografia gifs (1) safada (1) safadeza (1) sensual (1) sexo (1) sexy (1) sexy tesão (1) só fodo com eles Contos Etóticos de Docecomomel (1) tio (1) traição. (1) uma aventura total. (1) uma foda perfeita (1) uma morena safada (1) uma trepada casual! Contos Eróticos de Docecomomel (1) virou meu amante.Conto erótico de DocecomoMel (hgata) (1) web Mensagens A Dieta do Sexo (1) web mensagens O beijo (1) Êxtases Delírios e Sacanagens (1)

"Meu Nascimento" 12/07/2010.

"Meu Nascimento" 12/07/2010.
Como sem querer envoltos em pensamentos de carinho e amor nasceu a concepção deste Blog. Meus contos são a prova viva de quem sabe não precisa nascer sabendo.Aprendi a andar sozinha e sei o meu real valor...O que muitos que se julgavam capazes pisam e desmoralizam. Nada sabem. Não sou fake nem tão pouco poetisa. Sou Mulher humana que faz de seus descaminhos errantes estradas de Paz e Luz para todos."Sou docecomomel(hgata)" Meu primeiro conto erótico 12/7/2010.
free counters

.

"Nunca é tarde para abrirmos Mão dos nossos Preconceitos "